Igreja Matriz de Penalva de Alva

 

DESIGNAÇÃO

Igreja Matriz de Penalva de Alva

 

CATEGORIA/TIPOLOGIA

Arquitetura Religiosa / Igreja

 

LOCALIZAÇÃO

DIVISÃO ADMINISTRATIVA

Coimbra / Oliveira do Hospital / Penalva de Alva

LOCAL

           Penalva de Alva

PROTEÇÃO

SITUAÇÃO ATUAL

Classificado

CATEGORIA DE PROTEÇÃO

Classificado como IM - Imóvel de Interesse Municipal

 

CRONOLOGIA

 A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112 da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001 
Decreto n.º 29/84, DR, I Série, n.º 145, de 25-06-1984

 

ZEP

Abrangido em ZEP ou ZP

 

NOTA HISTÓRICO-ARTÍSTICA

Matriz da localidade de Penalva do Alva, a igreja de São Tomé é uma edificação oitocentista situada junto ao rio, que substituiu a antiga paroquial existente, desde pelo menos o século XVI, num local mais elevado. 
A capela-mor é ainda mais recente, mas é evidente a unidade do conjunto, que denuncia a inspiração em modelos barrocos, quer a nível arquitetónico, quer decorativo.

 

 

Na fachada principal, quatro pilastras definem os cunhais do edifício e a zona central, abrindo-se, nesta última, o portal, de moldura reta, rematado por frontão contra curvado e tímpano segmentado, encimado por uma concha. Um entablamento suporta o frontão do alçado, mas é interrompido, no pano central, onde se situa o janelão e a coroa, no eixo do portal.

 

 

No prolongamento das pilastras centrais, erguem-se duas estátuas que flanqueiam a cruz, sobre o frontão contra curvado. No lado da epístola ergue-se a torre, adossada à igreja, mas num plano mais recuado. Um dos sinos tem a data de 1785 e é dedicado a São Tomé, razão pela qual deverá ter pertencido ao templo primitivo.

 

 

No interior, de nave única, existem duas capelas e dois altares colaterais, de talha dourada e branca, tal como o da capela-mor. Executados também no século XIX, estes retábulos recuperam o gosto do século que os precedeu, apesar da linguagem de cariz neoclássica que se adivinha. O arco de triunfo é em cantaria e muito alteado e, na nave, existe ainda um púlpito.

 

 

Num templo de construção tardia, que se pauta pela austeridade e contenção decorativa, ganha especial relevância o património móvel, constituído pelas esculturas renascentistas da Virgem com o Menino, em pedra, a de São Sebastião em pedra do século XVI-XVII, e a de São Tomé, em madeira, mas já do século XVIII. Uma pintura, em madeira, representando a Anunciação, é quinhentista e a custódia, de prata, remonta ao século XVII. 
(Rosário Carvalho)

 

 

in http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/71523

Additional Info

  • Latitude: 40.3327663
  • Longitude: -7.8532253
  • Morada: Penalva de Alva, Oliveira do Hospital

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me