good-review
Veja o que
temos a oferecer
Conhecer mais
destination
Vivencie a nossa
qualidade de vida
Conhecer mais
Serviços
map4
Visite o nosso
património classificado
Conhecer mais
bench
Aventure-se nos
percursos pedestres
Conhecer mais
compass
Explore a nossa
diversidade cultural
Conhecer mais
museum
Participe dos
nossos eventos
Ver Agenda
Bem-vindo
a Oliveira do Hospital
Conheça o município
Bem-vindo a
Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital é um dos mais belos concelhos do distrito de Coimbra e da Serra da Estrela.

Ivo Mota Veiga apresenta “Visões” na Casa da Cultura César Oliveira

Está patente na Casa da Cultura César Oliveira a exposição de pintura “Visões” de Ivo Mota Veiga que pode ser visitada até ao final do mês de maio.

São mais de duas dezenas de peças entre acrílicos sobre tela, óleos pastel sobre tela e algumas peças de recicl-art que podem ser apreciadas pelo público visitante. Ivo Mota Veiga, que nasceu em Luanda em 1975, reside em Seia e participa há vários anos em exposições quer individuais quer coletivas pelo país, nomeadamente em Seia, Oliveira do Hospital, Góis, Amadora, Mêda, Loriga, e no estrangeiro como a presença na Exposição Internacional de Arte Postal na República Checa.

Com formação profissional em Design Industrial, Ivo Mota Veiga conta ainda no currículo com vários prémios e menções honrosas em concursos.

Sobre esta mais recente exposição, “Visões”, o autor adianta que o público visitante pode encontrar “um conjunto de trabalhos em que o meu objetivo principal é, através da tela, tentar transmitir às pessoas, sentimentos, vivências, sonhos, anseios, devaneios, alegrias e tristezas”.

“Quero transmitir às pessoas aquilo que vai dentro de mim, aquilo que eu penso e sinto sobre o mundo real e aquilo que poderia mudar para podermos ter um mundo mais belo, melhor”, acrescenta Ivo Mota Veiga que também participou na Exposição Coletiva de Artes Plásticas de Oliveira do Hospital.

Para além das telas que integram esta exposição, o artista apresenta também alguns candeeiros “elaborados através da temática reciclagem”, um projeto da sua autoria e com o qual pretende mostrar que “através da nossa imaginação podemos reaproveitar todo o tipo de material, que por norma deitamos fora”.

Preocupado com questões ambientais Ivo Mota Veiga reforça que com esse material “podemos criar novas peças decorativas, artísticas e acima de tudo, dar-lhe uma função”.

Assumindo-se “multifacetado” e que não se limita a “uma tela, pincéis, acrílico, aguarela, óleo” explica que neste momento está a “trabalhar muito no Abstracionismo mais concretamente num Expressionismo Abstrato” e que “o simples facto de espalhar diretamente as tintas na tela, através de gestos instintivos, onde o acaso e o aleatório determinam a evolução da pintura, dá-me uma satisfação e um prazer enorme”.

Nas últimas duas décadas, Ivo Mota Veiga tem exposto o seu trabalho, um percurso que o deixa com um sabor “a pouco mas ao mesmo tempo sinto-me feliz, pois como costumo dizer, pintarei até ao meu último respirar”.

Não deixa no entanto de frisar o quão difícil é o mundo da arte que tantas vezes não é valorizada pelas pessoas em geral. “Mas, se houver vontade de trabalharmos todos em conjunto, acredito que podemos mudar as mentalidades e principalmente cultivá-las”, sublinha Ivo Mota Veiga que dedica a sua exposição de pintura “Visões” “à pessoa mais importante da minha vida, a minha filha”.

Patente na Casa da Cultura César Oliveira até dia 31 de maio a exposição “Visões” pode ser visitada no seguinte horário: de 2.ª feira a 6.ª feira das 9H às 18H; sábados entre as 9H e as 18H, e 21H às 23H; e aos domingos de acordo com a programação de cinema.

Bem vindo