×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 91
sexta, 28 outubro 2011 16:05

Representantes de escolas europeias visitaram locais mais emblemáticos do concelho em iniciativa promovida pelo Município

Treze representantes de escolas da Holanda, Espanha, Itália, Polónia e Turquia participaram, na manhã de 26 de outubro, numa visita guiada promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital a alguns dos lugares mais emblemáticos do concelho. Lourosa, Bobadela e Avô foram as três localidades escolhidas pelo município para integrar a rota que proporcionou aos visitantes um contacto direto com a realidade e património concelhios, nomeadamente com dois monumentos de reconhecimento nacional presentes no concelho – a Igreja de S. Pedro de Lourosa e as Ruínas Romanas de Bobadela.

 

De visita à região entre 24 e 28 de outubro, o grupo de docentes teve o seu centro de trabalhos no Agrupamento de Escolas da Cordinha, em Ervedal da Beira, onde preparou o Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida – Parecerias Multilaterais Comenius, sob o mote “Guardiões da Fauna e da Flora”. A iniciativa consiste numa parceria multilateral que decorrerá em cada um dos países durante dois anos letivos e terá o seu ponto alto aquando da visita de alunos do Agrupamento de Escolas da Cordinha, maiores de 12 anos, a escolas daqueles países.

Proporcionar novas visões aos alunos, a quem será dada a oportunidade de conhecer novas realidades escolares e sócio-económicas, permitindo uma visão mais alargada do que é o espaço europeu é, segundo os promotores, o grande objetivo da Parceria Multilateral de Escolas Comenius.

Após a visita, que serviu de breve introdução à realidade concelhia, os professores europeus foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e pela vereadora com os pelouros da Cultura e Educação, no Salão Nobre dos Paços do Município, onde lhes foram transmitidos alguns dados sobre o ensino nas escolas do concelho e elementos característicos da cultura, património e gastronomia locais.

Dirigindo as suas primeiras palavras aos representantes da Turquia, a quem apresentou a sua solidariedade pelas vítimas do recente terramoto, o presidente da Câmara Municipal afirmou-se um conhecedor daquele tipo de projetos e dos benefícios advindos da partilha de saberes entre culturas. “Num contexto em que o ensino é cada vez mais global, esta parceria multilateral entre realidades diferentes assume especial relevância”, referiu José Carlos Alexandrino.

Referindo-se ao atual contexto socioeconómico do país, o autarca oliveirense destacou o “retrocesso nítido do ensino em Portugal, sobretudo no que respeita à deterioração das condições dos professores” e considerou que, não obstante a profunda crise económica portuguesa, “não pode ser a educação a pagar essa fatura”.

Ainda em relação ao programa a ser desenvolvido entre o Agrupamento de Escolas da Cordinha e as várias escolas europeias, o autarca sublinhou “a importância da divulgação do património neste tipo de intercâmbios” e, num concelho que conserva vincadas características de ruralidade, convidou os presentes a desfrutarem das belas paisagens da região, “um dos nossos maiores valores patrimoniais”.

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me