quinta, 13 outubro 2011 11:21

Câmara Municipal inaugurou Balcão Único em dia de Feriado Municipal

A inauguração do Balcão Único da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, rosto mais visível da recente reestruturação de serviços municipais, foi um dos acontecimentos mais marcantes da sessão solene que comemorou o Feriado Municipal, na manhã de 7 de outubro.


Na nova modalidade de atendimento aos munícipes estão ainda envolvidos um balcão de receção, localizado no hall de entrada do edifício, e uma única porta de acesso ao mesmo, sendo que a porta localizada na zona traseira da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital passa a estar encerrada, com o objetivo de possibilitar o bom funcionamento do Balcão Único.
Água e saneamento, urbanismo, taxas e licenças são os assuntos que o munícipe pode tratar no acesso direto ao Balão Único, tendo à disposição um sistema de atendimento por senhas e até uma pequena sala de reuniões, em caso de necessidade de atendimento mais personalizado. A tesouraria encontra-se também estrategicamente situada junto ao Balcão Único, facilitando a deslocação dos munícipes no interior do edifício.
Com a modernização administrativa, a Câmara Municipal pretende melhorar as condições de segurança e a própria imagem do município, garantindo, assim, a eficiência dos serviços.
Embora ainda não totalmente contabilizado, o investimento camarário na reestruturação de serviços ronda os 400 mil euros. Uma soma que o presidente da Câmara considera “útil”, não deixando de observar que “são sobretudo os munícipes, com os seus impostos, que suportam a Câmara Municipal e, por isso, é obrigação do município desafiar o futuro, fazer com que os processos sejam mais ágeis e as respostas mais eficazes”.
Fruto de uma remodelação em que não foi esquecida a integração de um funcionário com competências linguísticas para atender a comunidade estrangeira a residir no concelho – contabilizada em cerca de 1000 indivíduos – o Balcão Único representa, para José Carlos Alexandrino, “muito mais do que uma simples renovação arquitetónica; é toda uma nova forma de relacionamento com os munícipes, mais célere na resposta, mais exata na informação disponibilizada e mais cordial no atendimento”.
A resposta que “pretende transportar o município para um nível de prestação de serviços alinhado com o século XXI”, apela à valorização dos recursos humanos para elevar a qualidade do contacto direto com o munícipe e, ainda segundo o presidente da Câmara Municipal, “abre portas à desmaterialização de procedimentos e ao processamento à distância, abraçando os conceitos da ecologia, economia de tempo, tratamento processual via online, modernização e clareza”.
Outra aposta do município, ainda no âmbito da modernização dos serviços, consiste na adoção de um sistema informático, em jeito de balcão virtual, cuja entrada em funcionamento está prevista para o mês de dezembro. O objetivo da plataforma virtual é permitir a cada munícipe o tratamento de assuntos via online. Do mesmo modo, destaca-se também a introdução de mudanças ao nível do pagamento das taxas de água, que passam a poder ser efetuadas através de multibanco e payshop.
Para a modernização dos serviços – projeto de arquitetura e coordenação dos novos sistemas informáticos – a autarquia recorreu aos recursos humanos disponíveis na Câmara Municipal, o mesmo acontecendo com a prestação de serviços inerentes ao Balcão Único e o posto de receção, tendo os funcionários sido sujeitos a um período de formação.
Com a certeza de que o Balão Único irá contribuir para a melhoria da prestação de serviços junto dos oliveirenses, o presidente da Câmara Municipal não hesitou em classificar a modernização administrativa como “a mais formidável revolução ocorrida ao nível dos serviços municipais desde o alvor da democracia”.

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me