sexta, 28 setembro 2012 16:03

Dia Mundial do Turismo: município aposta na divulgação do património

O Município de Oliveira do Hospital assinalou o Dia Mundial do Turismo, a 27 de setembro, com uma visita guiada pelo património monumental, museológico e natural concelhio. A iniciativa, de caráter gratuito, foi dirigida à população em geral no âmbito de um conjunto de iniciativas propostas pelo Turismo do Centro de Portugal entre os dias 27 e 30 de Setembro para assinalar a efeméride.

Um numeroso grupo de participantes, entre os quais alunos da Universidade Sénior e do curso Técnico de Turismo da Eptoliva, percorreu um roteiro que contemplou os três monumentos nacionais do concelho – Capela dos Ferreiros, Ruínas Romanas da Bobadela e a Igreja Moçárabe S. Pedro de Lourosa – bem como as maravilhas naturais e paisagísticas e o património monumental dos Vales do Alva e Alvôco. O Castelo e zona histórica e a praia fluvial de Avô; a ponte medieval, a praia fluvial e os açudes de Alvôco das Várzeas; as rodas de água e os açudes de S. Sebastião da Feira, e as belezas de S. António do Alva, Caldas de S. Paulo e Penalva de Alva foram outros pontos de interesse visitados pelo grupo.

 


Esta foi mais uma ação de promoção do potencial turístico do concelho de Oliveira do Hospital para “captação de turistas”. De acordo com o vereador responsável pelo pelouro do Turismo, José Francisco Rolo, esta iniciativa integrou-se na “estratégia que tem vindo a ser delineada - “Venha e Descubra Oliveira do Hospital” - cujo objetivo é transformar Oliveira do Hospital num destino turístico” alicerçado “no património natural e também arquitetónico e monumental”.

Respondendo ao desafio do Turismo Centro de Portugal, de “levar pessoas de todas as idades à descoberta dos espaços de interesse turístico do concelho”, o município oliveirense tem vindo a realizar um “investimento na visibilidade do seu território” uma aposta que, revela o responsável, “tem vindo a ser gradualmente ganha”.

O concelho de Oliveira do Hospital tem vindo a registar um aumento do número de visitantes, tanto nacionais como estrangeiros, bem como taxas “razoáveis” de ocupação nos operadores turísticos, gerando “mais-valias em termos de economia local. São dormidas compradas, é a restauração e o comércio que ganha”, nota o vice-presidente da autarquia.

 


Oliveira do Hospital apresenta-se como 'um refúgio de história, encanto, vida e sabores' e a Câmara Municipal tem consolidado a notoriedade deste concelho através da promoção de um conjunto de eventos de grande escala, como a Festa do Queijo Serra da Estrela, “um evento de projeção nacional e que atraiu gente para Oliveira do Hospital e levou o nome a todo o país”, assinala José Francisco Rolo. A este juntam-se outros, como a Festa da Castanha, que este ano terá um novo figurino na sequência da integração de Aldeia das Dez na rede de Aldeias do Xisto, ou a Festa do Porco e do Enchido de Meruge, dirigidos a públicos bem definidos e que comprovam que “em Oliveira do Hospital há espaços bonitos para fruir”.

O vereador responsável pelo pelouro do Turismo destaca ainda a atenção que o município tem conseguido captar por parte dos media através da realização de diferentes eventos, como a ExpOH, a Volta a Portugal ou o Open de Ralis. Trata-se de um investimento na divulgação que tem vindo a dar resultados, uma vez que “se capta a atenção das pessoas interessadas em descobrir novos espaços e ter novas experiências em termos de passeio”. Depois da forte divulgação do património monumental concelhio, o próximo objetivo será a descoberta dos espaços naturais e das unidades de alojamento, cuja oferta aumentará em breve, sempre numa perspetiva de divulgação para atrair mais visitantes ao território concelhio.


        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me