segunda, 08 junho 2020 09:46

Município de Oliveira do Hospital assinalou Dia Mundial do Ambiente com instalação de compostor comunitário

O Município de Oliveira do Hospital assinalou o Dia Mundial do Ambiente com a instalação de um compostor comunitário no parque do Mandanelho – o principal pulmão verde da cidade.

Este equipamento, que possibilita a transformação de resíduos orgânicos em fertilizantes naturais, que serão posteriormente aplicados nos jardins municipais, vem complementar a rede atualmente existente para a recolha seletiva e valorização dos resíduos sólidos urbanos.

Paralelamente a esta iniciativa, a Câmara Municipal convidou também alunos e representantes da ARCIAL, AEOH, ESTGOH, EPTOLIVA e Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, para participarem numa plantação de medronheiros, que ocorreu junto àquele equipamento.

Esta plantação, vai ao encontro das políticas de reflorestação do território com espécies autóctones, que tem vindo a ser implementada no concelho há mais de dez anos e que já permitiu a reflorestação de mais de 40 hectares de áreas ardidas. O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH), José Carlos Alexandrino, aproveitou a ocasião para apelar entretanto aos munícipes no sentido de fazerem a sua parte ao nível da reciclagem dos resíduos sólidos urbanos.

O autarca sublinhou que a recolha de lixo indiferenciado representa um défice entre 100 a 120 mil Euros para as contas municipais, que não é refletido na fatura dos munícipes.

Por cada tonelada de lixo, o Município paga 75 Euros, sendo que no lixo reciclado o custo é zero, referiu.

Para o Vice-Presidente da autarquia oliveirense, Francisco Rolo, responsável pelo pelouro do Ambiente, este é um pequeno projeto piloto financiado pelo Fundo Ambiental, que é demonstrativo da política de respeito pelo ambiente e de investimento na mudança de atitudes dos cidadãos.

Frisando que em Oliveira do Hospital o Dia Mundial Mundial do Ambiente é normalmente celebrado com uma grande ação de reflorestação que junta toda a comunidade, Francisco Rolo explicou assim o reduzido número de pessoas que, em consequência da pandemia da Covid-19, participaram nesta iniciativa que visa melhorar atitudes de responsabilidade pelo ambiente.

Cookies

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me