domingo, 28 abril 2019 15:22

Município de Oliveira do Hospital envia ajuda para crianças de Moçambique

 

O Município de Oliveira do Hospital vai fazer chegar às vítimas do ciclone Idai, que atingiu Moçambique, mais de cinco mil peças de vestuário de criança e bebé.

Esta ação solidária para com as crianças moçambicanas, foi desencadeada no âmbito de uma missão de emergência lançada pela Associação Helpo – uma organização não governamental que está a dar apoio à missão do Instituto das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, no Dombe, na bacia do Buzi, com o foco no acompanhamento e tratamento de mulheres grávidas, lactantes e crianças até aos 5 anos.

A entrega dos bens já foi confiada àquela ONG, que os fará chegar a Moçambique ainda durante este mês e, num gesto solidário, o transporte das paletes até ao norte do país foi efetuado graciosamente pela empresa oliveirense “Transoliveira”.

Esta operação de solidariedade para com o povo moçambicano, foi efetuada através do recurso a donativos recebidos pelo Município de Oliveira do Hospital na sequência da gigantesca onda de solidariedade dos portugueses para com as vítimas do trágico incêndio de 15 de outubro de 2017 e que, neste momento, já não fazem falta.

O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, sublinha que na sequência do incêndio de 15 de outubro de 2017, apesar dos sucessivos apelos feitos na imprensa nacional na tentativa de parar a entrega de mais roupa – uma vez que já havia em excesso –, os portugueses e várias organizações espalhadas pelo mundo continuaram a fazer chegar esse tipo de bens a Oliveira do Hospital.

Reiterando os agradecimentos pela inesquecível onda de solidariedade dos portugueses e de vários cidadãos espalhados pelo mundo, José Carlos Alexandrino frisa que Oliveira do Hospital “tem muita roupa e outro tipo de bens em excesso, que dificilmente se conseguirão escoar”. Portanto, esclarece o autarca, “ficámos todos muito consternados com a tragédia que se abateu sobre Moçambique e acho que este gesto solidário para com um povo irmão é da mais elementar justiça”.

O Presidente da Câmara Municipal, refere ainda que tem mantido vários contactos com a Embaixada de Moçambique em Portugal, com a Cruz Vermelha Portuguesa e outras Organizações Não Governamentais, por forma a que o Município de Oliveira do Hospital possa enviar mais bens para ajudar a minimizar o sofrimento das vítimas do ciclone Idai.

Relativamente às vítimas dos incêndios de 15 de outubro de 2017, José Carlos Alexandrino recorda que a Câmara Municipal já gastou mais de um milhão de euros em apoios aos lesados, e sublinha que o Banco de Recursos Sociais do Município de Oliveira do Hospital estará sempre de portas abertas para prestar apoio a quem precisa.

Cookies

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me