domingo, 13 janeiro 2019 12:25

Município de Oliveira do Hospital investe na recolha seletiva de resíduos sólidos urbanos

 

O Município de Oliveira do Hospital assinou na segunda-feira, dia 17 de dezembro, o auto de consignação com a Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão para a colocação de 16 novas ilhas ecológicas na cidade e em várias freguesias do concelho.

Este investimento, financiado pela União Europeia, através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), ascende a cerca de 431 mil euros, e constitui mais um importante passo para aumentar a eficiência no processo de recolha seletiva de resíduos sólidos urbanos.

O sistema de ilhas ecológicas traz várias vantagens para os cidadãos e para o ambiente, tendo em conta que são equipamentos mais higiénicos e impedem a libertação de odores.

Também são mais funcionais, uma vez que permitem uma recolha segura e cómoda dos resíduos urbanos seletivos e indiferenciados.

Algumas das ilhas ecológicas, que já estão em fase de instalação, são compostas por “kits” de quatro contentores, dado que aos ecopontos subterrâneos para resíduos sólidos urbanos (RSU) valorizáveis se junta mais um para RSU indiferenciados.

Na cerimónia de assinatura do auto de consignação, o Vice-Presidente do Município de Oliveira do Hospital, Francisco Rolo, destacou a importância deste investimento em ambiente e qualidade de vida.

Com este projeto, pretende-se aumentar a deposição seletiva de resíduos, com vista à sua crescente reciclagem e valorização, promovendo assim o cumprimento das metas de reciclagem de resíduos urbanos impostas pela União Europeia, frisou o autarca, adiantando ainda que no âmbito das políticas de reciclagem, o Município de Oliveira do Hospital vai também proceder, durante o próximo ano, à instalação de mais 63 ecopontos de superfície, num investimento de cerca de mais 90 mil euros.

"É um trabalho que queremos continuar para proporcionar um melhor serviço aos munícipes, criando um melhor ambiente urbano com a instalação de mais equipamentos de nova geração, e alargamento do raio de instalação”, refere.

O presidente do Conselho Diretivo da Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão (AMRPB), Mário Loureiro, apontou também para os benefícios ambientais e paisagísticos que estes equipamentos de qualidade trazem para o concelho oliveirense, numa altura em que o Planalto Beirão tem em marcha outros investimentos para modernizar e aumentar a qualidade dos serviços prestados pela AMRPB.

Cookies

   

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me