segunda, 05 dezembro 2011 17:58

Plantar Portugal em Oliveira do Hospital 2011

Pelo segundo ano consecutivo Oliveira do Hospital aderiu à Semana da Reflorestação Nacional e no dia 3 de dezembro cerca de 70 voluntários plantaram 3500 árvores na freguesia de Penalva de Alva, que este ano beneficiou da iniciativa “Plantar Portugal”.

A ação consistiu na plantação de 3500 carvalhos, medronheiros e castanheiros numa área da freguesia designada por Rodas, localizada acima da povoação da Moita e que, em 21 de agosto de 2010, foi destruída por um incêndio que devastou 8 hectares de floresta.

Para além de dar resposta ao repto lançado a nível nacional, a ação constava do plano de sensibilização e formação do Plano Municipal de Defesa Contra Incêndios de Oliveira do Hospital, que prevê a sensibilização e a educação da população em geral.

“Plantar Portugal em Oliveira do Hospital” enquadrou-se ainda nas comemorações do Ano Internacional das Florestas. No corrente ano, para lá desta iniciativa, o município promoveu igualmente a segunda ação de Reflorestação do Perímetro Florestal de N. Sra. das Necessidades, em Vale de Maceira; a iniciativa de carácter cívico “Limpar Portugal” e a ação ambiental “Limpar os Rios Alva e Alvôco”. Até ao momento, as mais recentes ações desenvolvidas pelo município com recurso a iniciativas de voluntariado ambiental no concelho de Oliveira do Hospital já permitiram a reflorestação de cera de 9 hectares de área ardida.


Acompanhe a Foto-Reportagem “Plantar Portugal em Oliveira do Hospital 2011” com os testemunhos de voluntários e do vereador com o pelouro do Ambiente:

 


Sou da Moita e acho estas iniciativas bastantes importantes. Temos de fazer alguma coisa pela natureza e, perante um cenário de destruição, devemos contribuir de todas as maneiras. Esta é mais uma forma de ajudar. Trago sempre a minha filha comigo porque acho muito importante incutir nos mais novos estas iniciativas.

Rosa Figueiredo, Voluntária



Este tipo de ações assume uma crescente importância, tanto para as populações jovens, mais alerta para as questões da segurança, como para as populações mais idosas, que se habituaram a viver em áreas rurais e aí desenvolveram todas as suas vidas. Esta preocupação é visível através da adesão de jovens e menos jovens a estas iniciativas de voluntariado.

José Francisco Rolo, voluntário e vereador do Ambiente





Estas iniciativas são boas e fazem bem a Portugal. Hoje em dia as pessoas não têm muita preocupação com as florestas. Deviam fazer-se mais plantações, sensibilizações e corte de matos. A Floresta é o mais importante do país!

Paulo, Voluntário



Juntar cerca de 70 pessoas numa manhã fria para plantar árvores numa encosta íngreme é um desafio à participação cívica e à consciência ambiental. Esta é uma grande conquista para o espírito de voluntariado e de consciência ambiental de Oliveira do Hospital, que já plantou 9 hectares de árvores autóctones no concelho e que continua em progressão.

José Francisco Rolo, voluntário e vereador do Ambiente

 


        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me