FACES IGUAIS

CULTURA
Data: 15 de julho - 29 de agosto

Agostinho Lourenço Duarte, nasceu no lugar de Goulinho, freguesia de Aldeia das Dez, concelho de Oliveira do Hospital, a 18 de dezembro de 1928 e faleceu em Chapecó, Brasil, a 25 de junho de 2004.
Notabilizou-se sobretudo como pintor, tendo ficado conhecido como desenhista, retratista, decorador, gravador e ilustrador de obras literárias. Pontualmente, chegou a dedicar-se à prosa e, até, à poesia. Viveu a sua vida entre Portugal, Moçambique e Brasil, recebendo a influência das várias culturas que definiram a sua obra. Nos últimos anos de vida, passava largos períodos na sua terra amada, Goulinho, onde tinha atelier.

A exposição “Faces Iguais” apresenta um conjunto de obras retiradas do acervo em posse do Município e agrupadas sob a temática retratos, aspetos trabalhados pelo artista que remetem para as várias faces do ser humano.
Na sua vivência, Agostinho Duarte, cruzou-se com várias culturas, sendo sensível ao facto de que sendo diferentes, somos todos iguais na nossa humanidade. Também a pandemia da Covid-19, trouxe um novo olhar lembrando-nos que habitamos todos na mesma casa – o Planeta Terra – e que estamos igualmente expostos às mesmas fragilidades. A ARTE É UM ESPAÇO DE INCLUSÃO e a exposição “Faces Iguais” é o contributo do artista, Agostinho Duarte, num mundo para além do seu tempo.

 

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me