Grupo de Cantares da Casa do Povo de Nogueira do Cravo

Nogueira do Cravo é uma freguesia do concelho de Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra. Situa-se a norte de Coimbra, quase no limite do distrito e bem pertinho da Serra da Estrela. Sendo sede de freguesia, a história de Nogueira do Cravo remonta ao século XII quando surge em registo no seu primeiro foral de maio de 1177, isto no tempo do nosso primeiro Rei D. Afonso Henriques e, portanto, da fundação da nossa nacionalidade.

Atualmente é a segunda maior freguesia do concelho de Oliveira do Hospital com 2327 habitantes e uma área geográfica de 14,92 km.

Com um património cultual diverso, são de destacar, entre outros:
- A Igreja Matriz;
- A casa do Penedo;
- O Pelourinho;
- Sepulturas Antropomórficas;
- A Linguagem dos Arguinas;
- Forte Associativismo.

A Casa do Povo de Nogueira do Cravo, foi fundada em 15 de setembro de 1934, muito por força e apoio de um ilustre Nogueirense também sobejamente conhecido no país, o Dr. António Madeira Tinoco que além da sua influência na época, cedeu ainda as instalações para o seu funcionamento provisório e mais tarde doou o terreno para a construção da sua sede definitiva e atual, na altura intitulada “O Lar dos Trabalhadores Humildes e Honrados”.

Foi desde a sua fundação uma coleticvidade de enorme importância para Nogueira do Cravo, servindo como embrião para todas as restantes coleticvidades da freguesia. No Desporto, cultura, formação, saúde e apoio social, a Casa do Povo esteve e continua ainda hoje presente, embora de forma
mais distante nos campos de atividade que, entretanto, se solidificaram e se tornaram coletividades autónomas, como o caso da Associação Desportiva Nogueirense que tem marcado presença nos campeonatos distritais e nacionais de futebol.

O nosso Grupo de Cantares foi fundado em 1994, após o desaparecimento do anterior Rancho Folclórico
da instituição e na sequência da entretanto melhorada Escola de Música, também da instituição.
Regista-se nessa data o aumento das capacidades e diversidade musical por parte de alguns nogueirenses, que impulsionam a evolução para a criação do Grupo de Cantares.
Desde aí até à data de hoje, este grupo tem-se apresentado um pouco por todo o país, com temas tradicionais Portugueses, melhorados e adaptados à nossa formação musical, sendo o nosso grupo totalmente amador, ideologia do que entendemos ser um Grupo de Cantares.

No ano de 2017 o grupo de cantares alcançou um sonho antigo com a gravação do álbum “O Gidaço”, com 10 temas de música tradicional portuguesa, sendo estes, Hino de Nogueira, Cavaleiro, Resineiro, Meu Barquinho, Noites de Luar, Cantarinhas, Linda Morena, Saudade, Casebre e Romarias.
A gravação deste disco decorreu sob a direção musical do maestro professor Miguel Tavares e com os apoios da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Junta de Freguesia de Nogueira do Cravo e a Caixa de Crédito Agrícola.

Com 27 anos de existência, naturalmente com adaptações e alterações, continuamos com vontade de melhorar para oferecer aos nossos espectadores um momento cultural rico na divulgação do património musical popular e tradicional de Portugal, o qual agradecemos. Estamos sempre disponíveis para qualquer convite, contando com a efusiva participação do público.

Presidente
José Manuel Santos

Morada
Rua Dr. Tinoco nº19
3400 – 487 Nogueira do Cravo

Contactos
José Manuel Santos - 966618080
Andreia Fernandes - 963778378

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/pages/Grupo-de-Cantares-da-Casa-do-Povo-de-Nogueira-do-Cravo

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Cantares da Universidade Sénior Rotary de Oliveira do Hospital

Criada em 5 de Outubro de 2011, a fim de promover o convívio e a troca de saberes de cidadãos com mais de 50 anos. "Porque o conhecimento não tem idade".
Composto por cerca de 33 elementos, o Grupo de Cantares é uma das ofertas curriculares da Universidade Sénior Rotary de Oliveira do Hospital. Este grupo deu o seu primeiro concerto no auditório da Casa da Cultura César de Oliveira, num serão de emoções.

Responsável
Fátima Inocêncio

Presidente
Carlos Carvalheira

Maestro
Márcio Silva

Morada
Casa da Cultura César de Oliveira
Rua do Colégio
3400-105 Oliveira do Hospital

Contacto
966118770

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/UniversidadeSeniorOliveiraDoHospital

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Grupo Feminino de Cantares da Nossa Aldeia

Presidente
Maria Clotilde Morais da Cruz Figueiredo Mendes

Maestrina
Ana Carina Reis

Morada
Rua do Edifício Social, n-º 12
3400-319 Alvoco das Várzeas

Contacto
964328405

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo Melodias e Tradições da Beira Serra

O Grupo de Melodias e Tradições Da Beira Serra tem como finalidade a recolha e divulgação da música e cantares tradicionais, visando ainda a animação social e cultural dos seus associados. A defesa do património natural, histórico, etnográfico e recreativo, nas áreas educativa, artística e
recreativa e por fim o intercâmbio associativo é outra da finalidades deste grupo.
São ainda propósitos desta associação os seguintes ponto: realizar formação musical e de canto; realizar programas de apoio à juventude e população em geral; desenvolver a propaganda e valorização de património artístico, etnográfico e folclórico com atividades recreativas e culturais; orientar visitas de estudo, passeios, excursões e viagens a locais de interesse educativo, bem como a organização de festas tradicionais e etnográficas, pretendendo contribuir para a preservação das manifestações folclóricas de caráter cultural e recreativo; criar e apoiar a organização de grupos artísticos, realizar de sessões recreativas, audições musicais e radiofónicas bem como espetáculos de teatro e cinema.

Presidente
Maria Graciosa

​Morada
Rua dos Olivais, 2b
3400 - 769 Vila Pouca da Beira

Contactos
Maria Graciosa - 965 463 464
Isilda Martinho - 967 843 578

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

​----------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Amigos de Lagos da Beira - Grupo Musical

“Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical” constitui-se legalmente a 24 de abril de 2012, sendo esta a nova designação do Grupo que, desde fevereiro de 2007, tem feito atuações e despertado muitas sensações e memórias em várias localidades.
Interpretando música tradicional e popular portuguesa, apresenta como fator diferenciador tocar e cantar muitos temas musicais originais de Lagos da Beira e do concelho de Oliveira do Hospital, sendo o primeiro CD, gravado em 2012, um excelente exemplo disso mesmo. Destaca-se igualmente o passado musical com raízes profundas na prestigiada Tuna que existiu em Lagos da Beira nas décadas de 30 e 40 do século passado, de cuja memória, temas e símbolos “Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical” se assume orgulhosamente como herdeiro e pretende reavivar e preservar.

Presidente
Susana Isabel Guilherme Neto

Morada
Rua D. Manuel I, 55
3405-270 Lagos da Beira

Contactos
Susana Isabel Neto - 919334370

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/pages/Os-Amigos-de-Lagos-da-Beira-Grupo-Musical

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Tuna e Cantares do Alva

Associação Progressiva de Santo António do Alva

A Tuna e Cantares do Alva foi fundada em Março de 1997 através da Escola de Iniciação à Música Tradicional Popular, criada um ano antes (1996) com a finalidade de ensinar jovens e adultos nos instrumentos tradicionais de cordas a fim de integrarem a Tocata do Rancho Folclórico.
Assim, alguns jovens de grandes ambições, juntamente com os elementos que compõem a Tocata do Rancho Folclórico, criaram a Tuna e Cantares do Alva (ao estilo das Tunas Académicas).
O repertório desta Tuna abrange Canções Portuguesas, o Cancioneiro Tradicional Português, o Mirandês, o Açoreano, temas de Tunas Académicas e ainda Canções de Espanha (mais propriamente da Tuna de Santiago de Compostela) e Canções Populares Mexicanas.
A Tuna e Cantares do Alva já atuou inclusive além fronteiras, mais precisamente em Bruxelas, para milhares de pessoas ma cidade de Estrasburgo. Outro grande evento desta Tuna foi a gravação em estúdio do primeiro CD e Cassete em Abril de 2001 que se encontra à venda.
Atualmente é constituído por 32 elementos que esperam, brevemente, passar a 40, com a passagem de novos executantes da Escola de Iniciação à Música Popular para a Tuna e Cantares do Alva.
As idades compreendidas dos seus elementos encontram-se entre os 14 e os 60 anos e dela fazem parte estudantes, trabalhadores e reformados.
Toda a base do instrumental desta Tuna são cordas - bandolins, bandola, guitarra portuguesa, violino, violas tradicionais, cavaquinhos - acompanhados por acordeãos, bombo, flautas de bisel e transversal e ferrinhos e um coro de vozes de ambos os sexos.

Presidente
José Francisco Ribeiro Lobo

Morada
Rua da Capela, nº1
3400 – 576 Santo António do Alva

Contacto
911 059 585

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Tuna de Cantares de Avô

A Tuna Cantares de Avô é composta por vários elementos com idades compreendidas entre os 12 e os 75 anos e é regida pela Maestrina. Nasceu do gosto e da vontade destes elementos em divulgar a música tradicional portuguesa, de forma a que as nossas raízes não se percam nos dias que correm.
Os elementos tocam vários instrumentos, entre eles: viola, cavaquinho, acordeão, concertina, bandolim, reco-reco, flauta de bisel, pandeireta e ferrinhos.
A Tuna têm cerca de 6 anos, está inscrita na INATEL e é uma coletividade com estatutos próprios e sem fins lucrativos.
Todos os elementos têm uma ligação familiar, vejamos: avós e netos; pais e filhos; conjugues; irmãos; cunhados e colegas de trabalho.
Ao longo destes anos, a Tuna Cantares de Avô tem feito várias atuações ao nível da região centro. Algumas destas atuações resultam da parceria com o INATEL e com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Contudo, destaca-se a viagem feita a França e à Suíça, no ano 2011, uma viagem que só foi possível com a boa-vontade de pessoas amigas, que contribuíram para a deslocação do grupo.

Presidente
Bruno Santos

Morada
Rua Viriato Trágico nº16
3400 – 382 Avô

Contactos
967601458

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Maestro
Ricardo Gonçalves

Dia do Ensaio
4.ª feira (de 15 em 15 dias)

Facebook
https://www.facebook.com/tunacantaresdeavo/

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Tuna e Cantares da Associação dos Amigos de Meruge

A Tuna e Cantares foi criada como Secção Autónoma da Associação dos Amigos de Meruge em 1984, ano da sua primeira apresentação em público.
Desde então, o amor à música popular e a dedicação dos seus 25 componentes têm sido a pedra angular do seu permanente êxito e longevidade, traduzido na realização de centenas de espetáculos por todo o País, e uma brilhante atuação em França.
Presentemente, preparam a gravação do primeiro CD, que incluirá temas tradicionais com arranjos do Maestro Adriano Júlio e músicas que têm marcado desde a fundação o reportório da Tuna.

Presidente
Aníbal Correia

Morada
Rua da Marinheira, nº 6
3400 - 368 Meruge

Contactos
238 602 372
Anibal Correia - 917 046 036 | 960072468
Júlio - 960 072 468

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Tuna Penalvense

Sociedade Recreativa Penalvense

A Tuna Penalvense, um dos agrupamentos musicais mais antigos do concelho de Oliveira do Hospital, nasce da vontade de um grupo de penalvenses que, em 1937, funda a Sociedade Recreativa Penalvense. Este grupo mantém-se ativo até 1952/53, ressurgindo em 1982, pela vontade de um grupo de antigos tunos .
Em 2005, comemorando os 68 anos da sua fundação, a Tuna inicia um processo de renovação, no que diz respeito ao repertório, aos instrumentos utilizados e até aos próprios executantes. Tendo como principal objetivo proporcionar aos jovens deste meio o contacto com a música, assim como contribuir para a sua divulgação, a Tuna integra neste momento, sob a direção musical de Rui Marques, 25 instrumentistas, em Violino, Bandolim, Bandola, Bandoloncelo, Violoncelo, Guitarra Clássica, Guitarra Portuguesa, Viola Baixo, Contrabaixo e Flauta transversal. O trabalho desenvolvido pela Tuna Penalvense assenta apenas na música instrumental.
A Tuna Penalvense tem vindo a participar e organizar eventos, alargando a sua atuação através da colaboração com a Câmara Municipal ou com outros grupos musicais, com os quais mantém contacto e promove intercâmbios. Para além destes eventos, a Tuna mantém constante atividade, tendo-se apresentado em dezenas de atuações por todo o país, com maior incidência nos concelhos da região centro. Em 2012, assinalando o seu 75º Aniversário, edita o seu primeiro CD – Contrast(e)os.


Presidente
Sandra Maria Mendes Garcia


Morada
Rua Jogo da Bola, nº2
3400 – 557 Penalva de Alva

Contactos
Sérgio Minas - 917 663 996
Rui Marques - 968 590 047

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/TRPenalvense


Grupo de Bombos Pedra e Racha

O Grupo de Bombos Pedra e Racha foi constituído em 2005, embora o seu registo apenas se tenha realizado em 2009.
Teve a sua génese por motivação, essencialmente, de uma família, que através do seu gosto pelos instrumentos de pele decidiram juntar outras pessoas culminando o seu esforço no alargado grupo que hoje se apresenta.
Com o intuito de divulgação da nossa cultura e das nossas gentes, o grupo sai da "região dos arguinas" para todo o país, fomentando esta promoção com a utilização da música tradicional que reproduz.

Presidente
António Marques

Morada
Rua do Salgueiro, nº. 10
3400 – 483 Nogueira do Cravo

Contactos
Pedro Marques 938 801 803
António Marques 962 775 954

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/bombos.pedraeracha

Site
http://www.bombospedraeracha.blogspot.pt/

------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Cavaquinhos do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital

O grupo de Cavaquinhos do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital, surgiu no ano de 2007 como um projeto da Secção de Música desta coletividade.
Conta com cerca de 20 elementos permanentes e dedica-se à divulgação do cavaquinho, instrumento musical tipicamente português, tendo como particularidade o facto de não integrar qualquer outro instrumento musical.
O seu reportório, que tem vindo a ser alargado ano após ano, integra essencialmente música tradicional portuguesa.
Do seu historial constam, atualmente, inúmeras atuações no Concelho de Oliveira do Hospital, começando a alargar a sua divulgação por todo o País (Arganil, Seia, Tábua, Soure, Cantanhede, Alcáçovas, Caramulo, Mangualde, Castelo Branco, etc.).

Seccionista
Vitor Manuel Reis Nunes

Morada
Rua Professor Doutor César de Oliveira, nº 3
3400-134 Oliveira do Hospital

Contactos
238 084 977
914 197 067

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/Clube-de-Caça-e-Pesca-de-Oliveira-do-Hospital

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Concertinas ACOA (associação Cultural "Os Oliveirenses e Amigos de Oliveira do Hospital")

Maestro
Rui Manuel Pereira Rodrigues

Presidente
Agostinho Pereira

Morada
Rua do Colégio, n.º 10 C/V Esq.
3400-105 OHP

Contacto
962 767 687

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Concertinas Estica o Fole
ACRLB- Associação Cultural e Recreativa de Lagares da Beira

Presidente
Diogo Miguel Santos Mendes

Contacto
922 011 370

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Concertinas “Montes Hermínios”


Presidente
Felicidade Cristina dos Santos Silveira

Morada
Quinta da Conchada, Vilela
3400-504, Nogueira do Cravo

Contactos
Felicidade Silveira 933 578 533

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/gcmontesherminios

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Concertinas Seixos do Mondego

Presidente:
Paulo Jorge Gonçalves Monteiro

Contacto
965 047 662

Email:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Grupo de Concertinas Raízes da Beira

Presidente

Contacto

Email

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Concertinas "Sons da Serra"

O Grupo de Concertinas Sons da Serra é inserido na Associação Cultural e Recreativa "Os Amigos das Concertinas Sons da Serra", com sede em Cabeçadas – Lourosa, concelho de Oliveira do Hospital.
É formado por 11 elementos de várias idades que partilham o mesmo gosto musical e que se sentem muito orgulhosos, uma vez que esta é uma forma de manter a cultura musical inerente às raízes portuguesas, ao mesmo tempo que consegue reunir várias gerações.
O objetivo principal é levar a sua música aos quatro cantos do País, para que assim renasça a cultura musical das suas raízes. O grupo conta já com dois CD's lançados.

Presidente

Morada
Lugar de Cabeçadas, estrada principal nº31 – Cabeçadas
3400-401 Lourosa

Contactos
Marlene Rodrigues - 965846168
Mário Henriques - 965846087

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/concertinassonsda.serra

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Concertinas "Sons e Tradições do Alva"


Presidente

Morada
Rua do Cabo da Vila, n.º 6
3400-552 Penalva de Alva

Contactos
Armando Júlio 917324138

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

​----------------------------------------------------------------------------------------------------

AÇOR TAMBOR

Açor Tambor - Trio de Percussão Tradicional da Serra do Açor é um projeto de percussão tradicional, que combina a percussão tradicional (tambores/bombos) com o cancioneiro de raiz popular e as paisagens sonoras da(s) nossa(s) serra(s) (podemos imaginar, por exemplo, a roda do moinho a dar o mote para o ritmo de um tema intitulado “Ti Zé do Moinho” e dedicado ao moleiro que entretanto já não está entre nós).
É esta relação com os lugares e as pessoas, através do imaterial (das gravações, das pesquisas, da tradição) e do material (do que existe e merece ser divulgado e valorizado) que nos toca e faz com que toquemos estes tambores, este ritmo que tem tanto de ancestral como de moderno e original. O sentido de pertença a um território, mais do que a um lugar, marca muito da nossa forma e maneira de estar e assim pretendemos continuar, aqui, neste pedaço de terra que também é nosso. O Açor Tambor faz uso das paisagens e marcos sonoros da Serra do Açor (oralidade, património acústico religioso, pastorícia, agricultura...), misturando-as com percussão tradicional. O cancioneiro tradicional da Serra do Açor e Serra da Estrela, principalmente, mas também da Beira Baixa e Trás-os-Montes, fazem parte do nosso repertório. Uma adaptação de "Ó Ti Alves", de José Afonso, é também interpretada por este grupo.

Contactos
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

​​​​Site
http://luisantero.yolasite.com/açor-tambor.php

Associação Filarmónica Fidelidade

Fundada a 15 de Setembro de 1856, é umas das Associações Filarmónicas mais antigas do Concelho de Oliveira do Hospital.
Celebra o seu aniversário em simultâneo com os Festejos de Nossa Senhora das Dores, a padroeira da Filarmónica. A data e a sua designação não são, certamente, alheias ao movimento que em Portugal dava então os primeiros passos e ficaria conhecido como a Regeneração, período esse característico pela estabilidade e grandes progressos económicos.
Aldeia das Dez, terra de artistas e artesãos, onde pontificava uma certa aristocracia rural, sentiu naturalmente os ventos da história e fez questão de alinhar nessa vaga de progresso.
A fundação da Filarmónica Fidelidade é, de algum modo, o reflexo da estabilidade politica que Portugal atravessava nesse período.
Ao longo destes anos, a banda teve algumas interrupções, mas nunca por muito tempo. Na década de 1940 chegaram a existir duas filarmónicas, mas mais tarde a união voltou a fazer a força e tudo regressou ao normal.

Presidente
Carlos Silva

Maestro
Bruno Conceição

Morada
Rua Filarmónica Fidelidade, n.º 4
3400-221 Aldeia das Dez

Contactos
Carlos Silva - 961186642 | 238676581

​Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/filarmonica.fidelidade

 

 

Filarmónica de Ervedal da Beira

Em finais do século XIX existiam em Ervedal da Beira duas filarmónicas, a Lira e a Canorsa (“que é nossa”). A primeira, mais conservadora, estava ligada à Casa dos Viscondes; a segunda, mais progressista, era apoiada pelo povo ervedalense.
Não admira pois que a rivalidade entre ambas fosse, até politicamente, enorme. Acabariam, ainda assim, por fundir-se e, aos poucos, desaparecer.
Neste interregno, em 1914, surge uma tuna só com instrumentos de cordas, fundada por José Dias Ferrão, seu contramestre. Todavia, também não sobreviveu e em 1918 era extinta. É então que surge Sebastião Carlos de Albuquerque, Visconde do Ervedal.
Como a angariação de fundos junto da população para a constituição de uma nova filarmónica e aquisição dos respetivos instrumentos e fardamentos redundou num contributodiminuto, o visconde José Dias Ferrão decide, ele próprio, custear todas as despesas. A 16 de janeiro de 1926, aconteceu a primeira atuação pública da banda.

Presidente
Esmeralda Simões Pombo

​Maestro
Pedro Carvalho

Morada
Rua Filarmónica, nº. 1
3405-042 Ervedal da Beira

Contactos
Esmeralda Pombo - 966395078

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/filarmonica.deervedal

 


Filarmónica Sangianense

A Filarmónica Sangianense foi fundada em 1842, por Luís Ferreira da Costa, com base numa escola de música que já existiria nesta localidade do concelho de Oliveira do Hospital. Apesar de velha na idade, a Filarmónica Sangianense continua a respirar juventude e, com o entusiasmo das gentes de São Gião, e outras terras vizinhas, lá vai abrilhantando, ano após ano, as romarias da região. Ao longo dos tempos, o querer e a vontade de uns quantos cidadãos da terra conseguiram manter a filarmónica ativa. Desde o dia 10 de fevereiro de 2023, o atual presidente da direção, Ricardo Mendes, conta com os restantes membros da direção para levar o nome desta Filarmónica ao mais alto nível. O caminho será longo, mas todos juntos lutamos para desenvolver novos projetos e chegar mais longe. O instrumental e o fardamento que é uma das principais preocupações das direções. Depois de vários anos sem casa própria, a banda "ganhou", na década de cinquenta, um novo espaço totalmente seu, com boas condições para os ensaios semanais da filarmónica e da escola de música, e em 2013 foi cedido pelo Município de Oliveira do Hospital outro novo espaço com melhores condições (antiga escola primária).
Sendo uma Filarmónica com muitos pergaminhos na região, as povoações do concelho Oliveirense são as mais visitadas, mas a banda marca ainda presença para lá do concelho e da própria Beira Serra. Atuou também já no Luxemburgo e França.

​Presidente
Ricardo Daniel Oliveira Mendes

Maestro
Bruno Miguel Martins Coelho

Morada
Largo de S. Sebastião, nº 8
3400-649 São Gião

​Contactos
Ricardo Mendes  -  913 316 729
José Mendes  -  913 798 844
Pedro Coimbra  -  964 025 069

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/filarmonica.sangianense

Instagram
https://www.instagram.com/filarmonica_sangianense/

 


Sociedade de Recreio Filarmónica Avoense

A Filarmónica de Avô, mais tarde “Sociedade de Recreio Filarmónica Avoense”, foi fundada em 1866 pelo Sr. Bernardo da Costa, no dia 15 de Agosto desse ano. Regista atualmente 147 anos de atividades sem nunca ter tido qualquer interrupção.Como na época eram raros os regentes, foi necessário mandar vir de Braga aquele que seria o primeiro dos muitos maestros, que a partir daí ensinaram música na vila de Avô, chamava-se José Tomás.
Mais tarde o Sr. Dr. Vasco de Campos, médico em Avô e que durante vários anos fez parte da direção da coletividade, escreve a letra para que a Filarmónica tivesse o seu hino: “Nascidos na doce calma / duma aldeia portuguesa / sentimos vibrar na alma / um ideal de beleza…”
Da sua história mais recente assinala-se a comemoração do seu 100° Aniversário, em 1966.
Em 1998 participa no Festival Europeu de Música (Europeade), que nesse ano teve lugar em Rennes; em 2000, com o mesmo objetivo desloca-se à Dinamarca; em 2001, marca também a sua presença na cidade espanhola de Zamora.
São várias as deslocações feitas a Lisboa, para participar em convívios organizados pelos Avoenses que ali residem e trabalham.
Leva a sua música pelo nosso Portugal sempre que solicitada, a abrilhantar festas, tanto em arruadas, como procissões religiosas, animação de Eucaristias e Concertos, sob a regência do seu atual maestro Mário Luís da Costa.

Presidente
António da Silva Antunes

Maestro
Luís Ricardo Marques Gonçalves

Morada
Av. Brás Garcia de Mascarenhas, nº 1
3400-363 Avô

​Contactos
António Antunes - 960232141
Diogo Nunes - 915005794

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/filarmonica.avoense

 

Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira

A Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira foi fundada a 24 de Julho de 1977.
Atualmente, a Fanfarra de Lagares da Beira é constituída por 60 elementos, incluindo nestes 14 majoretes, sob a orientação do Bombeiro de 2ª, Francisco Paulino Abrantes.
A fanfarra tem participado em vários festivais e encontros, um pouco por todo o país. Um dos pontos altos desta fanfarra foi a atuação em Paris a 30 de Maio de 1998.

Comandante
António José Pinto Tavares

Responsável pela Fanfarra
José Francisco Tavares Abreu

Mestre
Francisco Paulino Abrantes

Morada
Rua dos Bombeiros, 14
Lagares da Beira

Contactos
238 640 112

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/fanfarra.bvlagares

Site
http://www.bvlagaresdabeira.pt

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital

A Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, foi constituída em dezembro de 2006, maioritariamente constituída por jovens, atualmente conta com 57 elementos, orientados pelo mestre João Paulo, sob a responsabilidade do Adjunto de Comando Paulo Sousa.
Uma das características principais da Fanfarra é a jovialidade dos elementos que a constituem. Sem dúvida, que a dedicação, o respeito e a disciplina demonstrada pelo Corpo da Fanfarra são um sinal de que todo trabalho desenvolvido vale a pena.
A Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital tem contribuído notoriamente para elevar o nosso Concelho com as inúmeras representações que têm sido realizadas por todo o território nacional.

​Comandante
Emídio Jorge Monteiro Camacho

Responsável pela Fanfarra
Adjunto de Comando Paulo Sousa

Mestre
João Paulo Simões

Morada
Av. Doutor Carlos Campos
3400-058 Oliveira do Hospital

Contactos
238604370 | 238602707

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

​Site
http://www.bvoliveiradohospital.com

A cultura, termo vasto que encerra em si várias manifestações de carácter artístico e do saber, deve ser uma constante nas sociedades modernas em que estamos inseridos. A cultura funciona como a soma das atitudes, ideias e comportamentos partilhados e transmitidos ao longo de gerações, juntamente com a parte material desses mesmos comportamentos. Só através da cultura e das suas várias e variadas manifestações, se constroem melhores seres actuantes e de sentido critico.
A cultura é também parte integrante das identidades de uma região e do seu povo e deve encerrar em si as valências dessas mesmas identidades, através da participação dos vários agentes culturais e do seu compromisso na realização de propostas culturais.
No caso de Oliveira do Hospital, nomeadamente a partir da segunda década do século XXI, o concelho assistiu a um crescimento quer da oferta cultural, quer dos agentes envolvidos, contando para tal com o indispensável apoio da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.
De facto, muitas foram as novidades introduzidas ao nível cultural no concelho, através da criação de eventos e iniciativas culturais de raiz, como a expOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital, os vários e muitos programas dedicados à promoção do livro e da leitura, a edição literária de autores locais, as tertúlias e programas dedicados aos aspectos imateriais do nosso património, a Exposição Coletiva de Artes Plásticas e tantos, tantos outros eventos e iniciativas de carater pontual ou de programação regular ao longo do ano ou aqueles outros com calendário anual.
Nesta página tem acesso a todo este manancial cultural do concelho de Oliveira do Hospital.

 


 

   

 
 

 

 

Subcategorias

NOTÍCIAS

Toy protagoniza filme promocional da Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital

  Toy, o conhecido cantor popular português, é o protagonista do filme promocional da maior festa...

Investimento de 2,5 milhões amplia e requalifica Centro de Saúde

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, dia 16 de Fevereiro, em reunião de...

Símbolos e objetos evocam memória de Abril em exposição

O Arquivo Municipal de Oliveira do Hospital tem a decorrer, até ao dia 1 de...

Entrega de compostores à população e freguesias promove sustentabilidade

O Município de Oliveira do Hospital entregou, no dia 17 de fevereiro, cerca de seis...

Borrego é rei à mesa em Festival de Gastronomia

O Borrego Serra da Estrela está em destaque em duas dezenas de espaços de restauração...

Restaurantes e bares de Oliveira do Hospital com horário alargado no Carnaval

  A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital concede um alargamento do horário de funcionamento, no...

Formação prepara instalação de "Espaço Cidadão" nas freguesias

O Município de Oliveira do Hospital promoveu, entre os dias 29 de janeiro e 2...

Excelência e diversidade desportiva homenageada em Gala do Desporto

A excelência e a diversidade desportiva do concelho, que se destacou na última época e...

Oliveira do Hospital recebeu "melhor edição de sempre" dos Jogos ANDDI

Mais de meio milhar de atletas de oito modalidades participaram nos dias 26 e 27...

Campanha de compras no comércio local entregou sete mil euros em prémios

A ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital entregou...

Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital com imagem renovada e inscrições abertas

  As inscrições para a maior Festa do Queijo de Portugal, que este ano decorre entre...

Jogos de inverno promovem desporto e inclusão

Cerca de meio milhar de atletas de oito modalidades participam nos dias 26 e 27...

Venha e Descubra Oliveira do Hospital

Come and Discover Oliveira do Hospital
Filmes de divulgação turística do Município de Oliveira do Hospital


                             

 

 

ÁGUAS E SANEAMENTO

Aceda aos nossos serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais

GIP EMPREGO

Apoiar jovens e adultos desempregados para inserção ou reinserção no mercado de trabalho

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

Consulta de Planos, Plantas de Localização, Mapa Interactivo

PDM

Consultar os planos municipais de ordenamento do território e programas de ação territorial

O CONCELHO

GASTRONOMIA

PATRIMÓNIO

ACTIVIDADES

CÁ ACONTECE

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Data : sexta, 9 de fevereiro
10
Data : sábado, 10 de fevereiro
11
Data : domingo, 11 de fevereiro
12
Data : segunda, 12 de fevereiro
13
Data : terça, 13 de fevereiro
14
Data : quarta, 14 de fevereiro
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
15
Jun.
Parque do Mandanelho - Oliveira do Hospital

               

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me