Associação Cultural da Freguesia de Seixo da Beira

A Associação Cultural da Freguesia de Seixo da Beira foi fundada em 15 de Maio de 1981 e tem como objetivo a promoção cultural dos seus associados e a recolha e divulgação do património artístico, cultural e etnográfico da freguesia de Seixo da Beira.
Com a finalidade de defender o património cultural da freguesia, desde logo criou o Rancho Folclórico e iniciou a recolha de usos e costumes de todos os lugares da freguesia não apenas nos versos, nas músicas, nas coreografias, mas também nos seus trajes que são, essencialmente, dos finais do século XIX início do século XX.
Assim, na confeção dos diversos trajes foram utilizados, entre outros, o serrubeco, a saragoça, a chita, a gorgorina, o riscado e o merino.
Este rancho tem participado em festas e festivais de Norte a Sul de Portugal e em Espanha.
Posteriormente, com o objetivo da promoção cultural dos seus associados, foi implementada uma escola de música e organizado um grupo de teatro.

Presidente
Paulo Jorge Gonçalves Monteiro

Morada
Rua dos Combatentes Grande Guerra, nº4
3405 - 446 Seixo da Beira

Contactos
Paulo Monteiro – 238 644 905 |965 047 662

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/rancho.seixodabeira

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Associação Cultural e Recreativa de Lagares da Beira

Com o objetivo de alegrar as festas de Carnaval em Lagares da Beira e nas localidades circunvizinhas, alguns lagarenses fundaram, em 1978, um grupo com o nome Rancho da Mocidade Recreativa. Foi legalizado em outubro de 1980, sob a designação Associação Cultural e Recreativa de Lagares da Beira.
A esta associação pertence um rancho folclórico desde a sua constituição e uma escola de música desde 1992.
Como principais iniciativas têm a Festa do S. João e suas Marchas Populares, um Festival de Folclore, a Desfolhada e a Festa da Castanha, pelo S. Martinho.
Participa, ao longo do ano, em diversos festivais e festas para as quais é convidado.
O rancho apresenta-se em trajes regionais alusivos a diversas atividades que se exerciam e ainda se exercem em Lagares da Beira, como por exemplo: o camponês; os ceifeiros; o pastor; o pedreiro; a lavadeira; o padeiro; os noivos e a gente fina.
A tocata do rancho é composta por acordeão, concertina, bandolim, bombo, ferrinhos, pandeireta e reco-reco. Nas danças, cantam-se entre outras: “Priminha vamos à monda”, “Vira dos quatro”, “Doba dobadoura” ou “Meninas ao meio”.

Presidente
Diogo Miguel Santos Mendes

Morada
Rua Dr. Francisco Borges Mendes Cruz, nr.1
3405- 193 Lagares da Beira

Contactos


Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/ranchofolclorico.acrlb

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Associação Progressiva Santo António do Alva

Fundado em Fevereiro de 1978, por altura do Carnaval, inicialmente com a designação Rancho Folclórico Princesas do Alva, foi oficializado sob o nome Rancho Folclórico de Santo António do Alva, quatro anos depois, em Novembro de 1982.
Em 1987 foi integrado no Departamento Cultural da Associação Progressiva de Sto. António do Alva e, a partir de 1996, inscrito no Departamento de Etnografia do Inatel – Coimbra.
Os jovens e adultos que constituem o rancho, animados como são, têm particular interesse na recolha de cantares tradicionais, música e danças, utilizadas pelo seu povo, rude e humilde, na sua maioria.
Até os trajes, essencialmente pobres, de cores pálidas, eram de rara beleza, sobressaindo um ou outro ao domingar. Por condição, todos estes trajes eram confecionados com tecidos da época: surrubeco, brocado, cotim, agrim, riscado, chita, linho, estopa, gorgorina, entre outros.
As chinelas, as tamancas, os tamancos abertos e fechados e as botas de atanado constituíam o calçado do dia-a-dia na aldeia.
O rancho organiza, anualmente, o seu festival de folclore, sob a designação “Festa do Folclore”.

Presidente
Leonel Fonseca

Morada
Rua da Capela, 1
Santo António do Alva
3400 – 576 Santo António do Alva

Contactos
Leonel Fonseca - 917710069

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/rfsaalva

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Rancho Folclórico “Camponesas do Alva”

A fundação do Rancho Folclórico “As Camponesas do Alva”, de Avô, deve-se à iniciativa do Dr. Vasco de Campos e do Sr. Ernesto Caetano Abranches.
Fez a sua primeira estreia em público nas célebres festas de S. Pedro, na Vila de Avô, no dia 29 de Junho de 1936.Tanto naquele tempo como nos dias de hoje, o Rancho Folclórico, com as suas danças e cantares, faz reviver os costumes das gentes da lavoura que, quando regressavam dos campos depois de um dia de trabalho, cantavam alegremente. Uma das quadras do seu Hino transmite esse sentir: Cantai a vossa canção / Cantai, cantai dia a dia / Que sabe melhor o pão / Criado com alegria.
Dessas danças e cantares algumas ficaram na memória passando de geração em geração, e hoje fazem parte do repertório de Rancho.
Os trajes usados são naturalmente representativos dos usados nos trabalhos da época: agricultores, pescadores e resineiros.
Avô sempre foi terra de fidalgos e também os trajes dessas famílias aparecem representados no Rancho.
O Grupo tem participado em inúmeras festas, romarias e festivais nacionais de folclore por todo o País. Conta com algumas deslocações ao estrangeiro nomeadamente: Espanha, França, Alemanha, Luxemburgo, Bélgica e Dinamarca.
Desde 24 de Junho de 1989 que realiza anualmente o seu Festival de Folclore e organiza, de há uns anos a esta parte, a Feira de Fim de Século XIX e o Encontro de Cantares Natalícios na Igreja Matriz de Avô.
É Membro Efectivo da AFERM (Associação de Folclore e Etnografia da Região do Mondego), Sócio do INATEL e tornou-se Membro Efectivo da Federação do Folclore Português em 7 de Junho de 2009.

Presidente
Jaime Rodrigues Oliveira
Fátima Gonçalves

Morada
Centro Cultural Dr. Vasco de Campos
3400-362 Avô

Contactos
Jaime Rodrigues Oliveira - 964512997
Fátima Oliveira Gonçalves - 966235793

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/Rancho-Foclórico-Camponesas-do-Alva

----------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Rancho Folclórico Cultural de Lagares da Beira

Em Junho de 1981, um grupo de Lagarenses resolveram retomar a tradição das marchas de S. João, tomando o gosto pela tradição, pelo folclore, etc…
Este grupo de carolas formaram então o Rancho da Mocidade e Recreativa de Lagares da Beira.
Em 1982, já com o nome de Rancho Folclórico e Cultural de Lagares da Beira, organiza, nesse mesmo ano, o seu 1º Festival Nacional de Folclore.
Em 14 de Março de 1985 tem a sua escritura notarial, oficializando-se assim como Rancho Folclórico e Cultural de Lagares da Beira.
Implantados na encosta da Serra da Estrela, representamos: o Pastor, o Lagareiro, o Pedreiro, o Domingueiro, os Noivos, as Doceiras, o Lavrador, o Agueiro, o Moleiro, entre outros.

Presidente
Alexandre Pinto

Morada
Rua Dr. Francisco Borges Mendes Cruz
3400 - 193 Lagares da Beira

Contactos
Alexandre Pinto - 917 213 604

Email

​Facebook

​----------------------------------------------------------------------------------------------------


Rancho Folclórico “Estrelas da Manhã”

Andorinha é uma pequena aldeia situada entre a Serra da Estrela e a Serra do Caramulo, pertencente ao Concelho de Oliveira do Hospital e Freguesia de Travanca de Lagos.
Antigamente vivia do trabalho de campo. O gado que criavam e os produtos que a terra produzia, tais como, o centeio, a cevada, o milho, a batata e o feijão, entre outros, permitiam às famílias a sua sobrevivência.
Actualmente, a agricultura é apenas um meio de subsistência.
No ano de 1997, em brincadeiras carnavalescas surge a ideia de formar um pequeno rancho com os jovens da terra de Andorinha para desfilar apenas no dia de Carnaval. Assim, em 12 de Dezembro de 1997, surge o “ Rancho Folclórico Estrelas da Manhã”, cujo nome deriva de um rancho do ano de 1953.
Este Rancho tenta preservar os costumes dos nossos antepassados, sendo as músicas e danças recolhidas entre as pessoas idosas da nossa aldeia. Assim os nossos trajes representam as várias atividades que nesse tempo existiam, tais como: os romeiros, os canastreiros, os apanhadores de azeitona, os vindimadores, os pedreiros, entre outros.

Presidente
Cesário Manuel Assunção Correia

Morada
Largo José Pais - Liga de Melhoramentos Andorinha
3405 - 485 Travanca de Lagos

Contactos
235 464 724
Cesário Manuel Correia - 911 935 290

Email


Facebook
https://www.facebook.com/EstrelasDaManha

----------------------------------------------------------------------------------------------------



Rancho Folclórico Rosas de Vila Franca

União Desportiva e Tuna Vila-Franquense

Vila Franca da Beira situa-se na zona da Cordinha, concelho de Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra, embora se encontre na linha de transição entre a Beira Alta e a Beira Litoral. O rancho foi fundado em Maio de 1986, pela D. Miquelina Dinis que, de porta em porta, pedia aos miúdos e a músicos para dançarem e cantarem no projeto do rancho folclórico que pretendia formar. Surge assim o Rancho Infantil e Juvenil Rosas de Vila Franca da Beira, que durante alguns anos enfrentou várias dificuldades de nível financeiro e logístico.
Só a perseverança e empenho dos colaboradores em não deixar esquecer os usos e costumes da região, fez com que este rancho tivesse continuidade, estando hoje em pleno funcionamento.
Em 1991 organizou o seu 1º Encontro de Folclore e em 1992 o 1º Festival de Folclore, em Vila Franca da Beira.
São evocadas e homenageadas no rancho as diferentes classes sociais e as principais profissões, intimamente ligadas ao clima e geografia da região, nomeadamente: os noivos, os domingueiros e romeiros, fidalgos, tanoeiro, pastores, a queijeira, esposa do pastor, o tecelão e tecedeira, a ceifeira, o aguadeiro ou o resineiro, entre tantos outros.
Nas coreografias encontramos, sobretudo, danças de roda, o "Vira da Cordinha" e "O Pastor", modas típicas da região.
Ao longo destes anos, o rancho tem participado em inúmeros encontros e festivais de folclore de norte a sul do país, tendo-se deslocado também à Alemanha.
As instalações da União Desportiva e Tuna Vilafranquense são a sede deste rancho, que conta, atualmente, com cerca de 35 elementos, com idades compreendidas entre os 12 e os 75 anos de idade.

Presidente
Sílvia Ramos

Morada
Rua da União, nº. 25
3405 - 625 Vila Franca da Beira

​Contactos
Sílvia Ramos - 968 721 390
Joaquim Fonseca - 968 340 471

​Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

​Facebook
https://www.facebook.com/ranchorosasvilafrancabeira

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Rancho Folclórico Sampaense

Sociedade Recreativa Lealdade Sampaense

A Beira Alta é das poucas regiões portuguesas com manifestações etnográficas e folclóricas bem diferentes e definidas.
Enquanto no vale ou planalto as danças e trajes tocam a essência senhoril, a parte serrana ou pastoril mostra-nos toda a crueza da vida dura da serra.
É essa mensagem das gentes habituadas a galgar ladeiras e barrancos que vos trás o Rancho Folclórico Sampaense, fundado em 1976, tendo sido a primeira atuação pública a 14 de Agosto de 1977 e trajando da seguinte forma: Mordomos, Romeiros, Pastores, Doceira, Senhora Antiga, Domingueiro, Noivos, Canastreiro e Cesteira, fato de trabalho, Varejadora/Apanhadeira da Azeitona e Pedreiro.
O povo dedicava-se sobretudo ao fabrico artesanal do Queijo Serra da Estrela e aos trabalhos agrícolas, pois o solo apesar de montanhoso, é muito fértil.
O trabalho de pesquisa e recolha de motivos etnográficos relacionados com o folclore prossegue ininterruptamente, sendo numerosas as peças já reunidas, especialmente no tocante a usos e costumes, trajes e utensílios.

​Presidente
José Carlos Neto

​Morada
Pavilhão Serafim Marques
Rua Alexandre Rodrigues, n.º6
3400 – 703 – S. Paio de Gramaços

​Contactos
José Neto - 917 836 155
Manuel Mendes - 965 026 553 | 926 339 564

​Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

​Facebook
https://www.facebook.com/ranchofolcloricosampaense

​Site
http://www.ranchofolcloricosampaense.com/

Luís Antero

Gravações Sonoras de Campo/Paisagens Sonoras

Paisagista sonoro. Desenvolve desde 2008 um trabalho de recolha e documentação do património acústico de várias zonas do território nacional, com base em gravações sonoras de campo e que pode ser acompanhado através dos sites www.luisantero.yolasite.com e www.luisantero.bandcamp.com
É curador de uma editora online - Green Field Recordings - e radialista.
Artista convidado e um dos responsáveis pelas gravações do projecto Sons do Arco Ribeirinho Sul, na cidade do Barreiro; Director Artístico do Arquivo Sonoro do Centro Histórico de Coimbra; do arquivo Sons da Montanha: Arquivo Sonoro de São Martinho de Anta (a partir de Miguel Torga); do Xisto Sonoro, Arquivo Sonoro da Rede das Aldeias do Xisto; do Arquivo Sonoro da Guarda; do Arquivo Sonoro de Viseu; Arquivo Sonoro de Cem Soldos, Tomar, entre outros.
É licenciado em Estudos Artísticos e pós graduado em Património Cultural Tradicional e Popular Português.

Contacto: 965271015

e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

​--------------------------------------------------​--------------------------------------------------

Luis Oliveira

Música Folk Rock

Luis Oliveira é um músico oliveirense com um álbum editado ("Sessões na Manhã" (2015)), que canta em português, com múltiplas apresentações ao vivo ao longo dos anos em formatos que podem variar de acordo com a capacidade e necessidade dos eventos (solo, duo e com banda).
O concerto consiste numa mistura de folk e rock com reportório de 2 horas, onde são apresentados os temas da sua autoria juntamente com algumas versões.
Tem participado em múltiplos eventos, nomeadamente,  em teatros, Festas do Concelho (Seia, Oliveira do Hospital), Semanas Académicas (Guarda, Lisboa, Oliveira Hospital), auditórios e feiras regionais, como a EXPOH (Oliveira do Hospital), Feira das Tradições (Pinhel), Moda Bobadela 2013 (Bobadela), apresentações no Aquavillage Hotel (Caldas de São Paulo) e Mercado de Natal (Viseu).

Contacto: 964869745

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

www.luisoliveiramusica.com

Morada:
Rua do Vale da Ladeira nº 6
Penalva de Alva
3400-560 Oliveira do Hospital

​--------------------------------------------------​--------------------------------------------------


O Fundo do Poço

Quando já se desceu tão fundo, atrás de um nada que se adivinha apenas porque se estava em rota descendente há tempo de mais e a possibilidade de travagem já não existe, resta o desespero feito palavra, grito da insubmissão que lá do fundo desse poço - afinal ainda não alcançado porque é sempre mais em baixo - ecoa retumbante das nossas consciências. É aí, nesse espaço de vertigem, que somos electrificação de vontades; é aí, na conjugação das existências possíveis, que somos caos tornado som. É aí que celebramos morte e vida e mergulhamos nesse ritual cáustico chamado rock, que nos emborracha e aliena, pois que dela, da alienação pelo som, precisamos tanto como os que vegetam à superfície necessitam do ar que poluem com as suas existências.

Contactos:
919123230
964984098
965271015

​--------------------------------------------------​--------------------------------------------------


Time Slash

Membros da banda:
Nuno Vaz Pato - voz / guitarra
Pedro David Lopes - guitarra solo
Francisco Martins - baixo...
Francisco Monteiro - bateria
Rafael Gomes - produção / fotografia

Sobre
Banda de Punk Hard-Rock, criada em Março de 2016

Grupo AF

Grupo Alta Frequência

O GRUPO AF é um grupo musical da zona centro do país, pertencente à empresa AFPROAUDIO, Lda. Criado em 1995, conta já com 21 anos de grandes momentos. Iniciado com uma formação musical de 5 elementos e apostando só nas redondezas esta banda começou como um projecto de mera e simples "brincadeira". Hoje em dia a aposta em material do último grito musical, associado a um leque de profissionais da música, conta neste momento com 11 elementos em palco, assim como 7 rodies.
Após algumas mudanças na formação neste momento é uma banda em constante desenvolvimento, a qual abrange todo o território nacional e perspectivas futuristas território lusófono. Apostando em todas as novidades dos top's musicais caracterizamo-nos pela excelência e qualidade.

Website:
http://www.grupoaf.com/index.php

Contato:
AFPROAUDIO produções musicais, Lda

Bairro do outeiro n13 . Lageosa
3405-302 OLIVEIRA DO HOSPITAL

965 873 012 | 969 858 603 | 966 178 226

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------

Jovisom

Somos duas pessoas que possuímos um interesse em comum: um enorme gosto pela música. Por esse motivo decidimos formar o grupo musical JOVISOM, através do qual pretendemos participar e alegrar a sua festa.
Tocamos os mais variados tipos de músicas (pimba, Kizomba, latina, etc)de forma a agradar a todos aqueles que nos querem ouvir.
Neste momento o grupo JOVISOM conta com uma equipa jovem
• Ricardo Fonseca -> Organista
• Nuno Fonseca -> Guitarrista / vocalista
• Patrícia Nunes -> Vocalista
• Liliana Alves-> Vocalista
• Tomás Fonseca -> concertina
• André Fonseca -> Luzes
• Luís Duarte -> som

O Grupo Musical JOVISOM além da vertente de músicas para Baile, também conta com a vertente Tradicional vocacionada para casamentos e festas que também queiram esse tipo de animações, onde cantamos músicas típicas da região, como por exemplo: Oliveira da Serra, Apita o Comboio, a Rosinha, Laurindinha, Cheira Bem Cheira a Lisboa, etc.

Na vertente tradicional o grupo conta com mais um elemento alem dos anteriores, alguns deles mudam de funções:
Ricardo Fonseca -> acordeão / Voz
Nuno Fonseca -> Viola / Voz
Tomás Fonseca -> Concertina
Patrícia Nunes -> Reco Reco / Voz
Cristina Moura -> Pandeireta / Voz

Por isso já sabe: se pretende que a sua festa seja animada, não hesite em contactar-nos para pedir um orçamento, quer seja do norte ou sul de Portugal.
Estamos ao dispor de qualquer comissão de festas, convívios, casamentos, baptizados, etc.

Contactos:
Localidade: São Sebastião da feira
Concelho: Oliveira do Hospital
Distrito: Coimbra

Tlms: 91 784 16 72
96 967 59 43


​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------​----------

Fux Acústico

Contacto
969727700

@fuxacustico

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Choral Poliphónico do Alva

Sociedade De Defesa e Propaganda de Avô

Fundado em Dezembro de 2004, para ser mais uma manifestação da arte musical tão arreigada em Avô, o Choral Poliphónico do Alva é constituído por intérpretes que têm em si o gosto pelo canto. Embora com pouco tempo de existência, é já uma mais-valia cultural da região, a exemplo de outras coletividades musicais, algumas delas centenárias.
O Choral Poliphónico do Alva conta atualmente com cerca de 35 elementos das freguesias de Avô, Alvoco de Várzeas, Coja, Pomares e Vide.
As atuações têm sido frequentes e delas salientamos as efetuadas em Encontros de Coros e Saraus diversos mas também Missas Solenes, nomeadamente de Natal, Reis, Semana Santa e Matrimónios. Além de várias atuações na vila sede, Avô, este coro tem percorrido os seus concelhos limítrofes, todo o distrito de Coimbra, e tendo estado ainda em Mortágua, Paços de Ferreira, Resende, Loureiro, Oliveira de Azeméis e Felgueiras.
Ao nível do reportório destacam-se as temáticas do Natal, Paixão de Cristo e Páscoa, para além de temas renascentistas e de raiz popular portuguesa, dos quais tem vasto trabalho inclusive de composição e arranjos próprios. Tem reportório preparado para coro e orquestra de sopros que pontualmente ensaia e apresenta a público. Destas atuações, destaca-se, para além de outras na região, a participação no certame Encantos de Vozes, no Casino da Figueira da Foz, em Setembro de 2012.
É, desde a sua fundação, dirigido pelo professor Daniel Gonçalves.

Presidente
Manuel Nunes

Maestro
Daniel Gonçalves

Morada
Lar Nossa Senhora da Assunção
Bairro Novo nº 6
3400-365 Avô

Contactos
Aristides Gonçalves - 965557458
Manuel Nunes - 969784514
Manuel Mendes - 966239045

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/choraldoalva.avo

Site
http://diogomna.wix.com/cpalva

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Coral de Sant’Ana

O Coral de Sant'Ana é uma associação cultural sem fins lucrativos do concelho de Oliveira do Hospital, fundado em 7 de Junho de 1980, pelo Dr. António Simões Saraiva, é atualmente dirigido pelo maestro Márcio Silva e constituído por cerca de quarenta pessoas.
O repertório contempla peças de música clássica, popular e sacra, algumas das quais com arranjo e harmonização dos seus regentes. Participou em inúmeros concertos no estrangeiro nomeadamente em França, Espanha, Macau, Áustria, Holanda e Itália.
Este grupo coral ensaia: Sextas-feiras das 21:30 às 23Horas.
A Orquestra Cultus Musicae (OCM) nasceu da necessidade do Coral de Sant'Ana incluir no seu portfólio repertório coral-sinfónico, com o intuito de despertar a atenção e curiosidade de mais público e mais jovens para este tipo de música. Surgiu da iniciativa do seu mentor, Pedro Seabra, que enquanto músico e professor, reuniu neste grupo músicos interessados no projeto, assim como alguns dos seus alunos mais avançados. É atualmente constituída por vinte e cinco elementos.
A OCM tem-se dedicado à interpretação de peças de bandas sonoras, nomeadamente de filmes ou vídeo-jogos, sem deixar de lado alguns clássicos da música coral, fazendo-se acompanhar pelo Coral na maioria das peças. Para momentos festivos como o Natal, Dia de Reis ou Carnaval a OCM integra também repertório adequado, estando disponível para se adaptar a outros para os quais seja convidada.
A OCM Ensaia: Sábados das 17 às 19 Horas.
Pequenos Cantores de Sant'Ana nasce com o intuito de dar a conhecer e estimular o canto coral nas camadas mais jovens da comunidade oliveirense.
Neste recente coro infantojuvenil poder-se-ão adquirir bases de formação musical, noções de técnica vocal e canto coral, já que se pretende que a constituição deste grupo seja bem estruturada do ponto de vista musical. Os cantores deverão ter entre os 6 e os 18 anos.
Os Pequenos Cantores de Sant’Ana ensaia: Sextas-feiras das 18 às 19 Horas.
Estamos disponíveis para solenizar casamentos, comemorações, eventos culturais, congressos, etc.

​Presidente
Manuel Alves Teodoro Fidalgo

Morada
Edf. da Segurança Social
Rua Prof. Doutor Antunes Varela, N.º 7
3400 - 133 Oliveira do Hospital

Contactos
Manuel Fidalgo - 916 903 264
Teresa Simões - 962554231

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/coraldesantanaOH/
https://www.facebook.com/orquestracultusmusicae/
https://www.facebook.com/pequenoscantoresdesantana/pt/

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Coro Infantil da FAAD

Com os objetivos de estimular o gosto pela prática musical de conjunto, desenvolver a musicalidade e a capacidade interpretativa, tal como posturas para situações de apresentação em público, manter a ligação afectiva das crianças à Instituição e promover momentos de convívio entre crianças da Instituição e outros grupos idênticos, o coro infantil da Fundação Aurélio Amaro Diniz nasceu em 2009.
É atividade extracurricular da instituição, em que participam crianças com idades compreendidas entre os 4 e os 12 anos, que interpretam um repertório que tem em conta critérios de ordem pedagógica e musical, diversificado, ecléctico e musicalmente interessante para estas faixas etárias.
Este coro começou por ser orientado pelas educadoras da FAAD Mara Madeira e Carla Oliveira, sendo que em 2012 a educadora Dina Relvas substituiu a educadora Carla Oliveira.
Ao longo dos anos, é já um hábito marcar presença em vários eventos, nomeadamente, na época natalícia e outras festas comemorativas de efemérides importantes, bem como, casamentos em várias zonas do concelho e noutros concelhos. O Coro infantil da FAAD já se apresentou, também, na TV, inserido no projeto da FAAD “Amigos em Idade” que junta crianças e idosos e teve, ainda, o privilégio de entoar alguns dos seus temas para D. Ximenes Belo, aquando da sua passagem pelo nosso concelho.
O Coro começou por ter 20 elementos e, atualmente, tendo em conta a entusiasta adesão das crianças, é composto por 30 elementos.

Presidente
Dr. Álvaro Herdade

Morada
Rua António Mendes Monteiro - Quinta da Comenda, 3400-083 Oliveira do Hospital

Contacto
238600289 - Mara Madeira ou Dina Relvas

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook/Site
@coroinfantilfaad

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Da Nossa Aldeia - grupo vocal feminino de Alvoco das Várzeas

Nascido em 2006 em Alvoco das Várzeas, o grupo vocal feminino Da Nossa Aldeia, começou por se denominar Juventude Anos 60 de Alvoco, numa clara alusão ao tempo em que as suas fundadoras, todas mulheres, eram jovens. Responsáveis pela recolha de parte do cancioneiro tradicional da freguesia de Alvoco das Várzeas, o grupo sempre se pautou por uma abordagem a capela do mesmo, remontando à época em que tudo era cantado sem acompanhamento instrumental. Ensaiado pela maestrina Carina Reis, o grupo Da Nossa Aldeia tem realizado vários concertos e apresentações no concelho de Oliveira do Hospital e outros da região centro do país.

Presidente
Clotilde Mendes

Morada
Edifício Social de Alvoco das Várzeas

Contactos
Clotilde Mendes - 964 328 405

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/lalvocodasvarzeas

 

Associação do Grupo de Cantares Tradicionais “Cotovias do Alvoco”

Sediada na antiga Escola Primária da Junta de Freguesia deAlvoco das Várzeas, concelho de Oliveira do Hospital, a Associação do Grupo de Cantares Tradicionais "Cotovias do Alvoco", foi registada em "Diário da República" a 4 de Abril de 2005, pela iniciativa da então catequista Luciana Calado.
Este grupo de cantares é considerado um arquivo vivo do folclore da região, recolhendo canções populares, incluindo as cantadas à desgarrada nos campos, junto das pessoas mais idosas do Vale do Alva e do Alvoco.  ecupera lendas e tradições que, leva aos quatro cantos do país, onde toca e canta o vasto repertório de que dispõe. Atualmente, fazem parte do coro 27 cantadores e tocadores de várias gerações. Alguns estão desde a primeira hora, passando de crianças a adultos sem nunca terem abandonado o projeto.

Presidente
Acácio Marques Mendes

Morada
Av. Fronteira (antiga escolar primária)
3400 – 301 Alvôco de Várzeas

Contactos
Acácio Marques Mendes - 964 679 176

Email

Facebook

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Cantares da Casa do Povo de Nogueira do Cravo

Nogueira do Cravo é uma freguesia do concelho de Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra. Situa-se a norte de Coimbra, quase no limite do distrito e bem pertinho da Serra da Estrela. Sendo sede de freguesia, a história de Nogueira do Cravo remonta ao século XII quando surge em registo no seu primeiro foral de maio de 1177, isto no tempo do nosso primeiro Rei D. Afonso Henriques e, portanto, da fundação da nossa nacionalidade.

Atualmente é a segunda maior freguesia do concelho de Oliveira do Hospital com 2327 habitantes e uma área geográfica de 14,92 km.

Com um património cultual diverso, são de destacar, entre outros:
- A Igreja Matriz;
- A casa do Penedo;
- O Pelourinho;
- Sepulturas Antropomórficas;
- A Linguagem dos Arguinas;
- Forte Associativismo.

A Casa do Povo de Nogueira do Cravo, foi fundada em 15 de setembro de 1934, muito por força e apoio de um ilustre Nogueirense também sobejamente conhecido no país, o Dr. António Madeira Tinoco que além da sua influência na época, cedeu ainda as instalações para o seu funcionamento provisório e mais tarde doou o terreno para a construção da sua sede definitiva e atual, na altura intitulada “O Lar dos Trabalhadores Humildes e Honrados”.

Foi desde a sua fundação uma coleticvidade de enorme importância para Nogueira do Cravo, servindo como embrião para todas as restantes coleticvidades da freguesia. No Desporto, cultura, formação, saúde e apoio social, a Casa do Povo esteve e continua ainda hoje presente, embora de forma
mais distante nos campos de atividade que, entretanto, se solidificaram e se tornaram coletividades autónomas, como o caso da Associação Desportiva Nogueirense que tem marcado presença nos campeonatos distritais e nacionais de futebol.

O nosso Grupo de Cantares foi fundado em 1994, após o desaparecimento do anterior Rancho Folclórico
da instituição e na sequência da entretanto melhorada Escola de Música, também da instituição.
Regista-se nessa data o aumento das capacidades e diversidade musical por parte de alguns nogueirenses, que impulsionam a evolução para a criação do Grupo de Cantares.
Desde aí até à data de hoje, este grupo tem-se apresentado um pouco por todo o país, com temas tradicionais Portugueses, melhorados e adaptados à nossa formação musical, sendo o nosso grupo totalmente amador, ideologia do que entendemos ser um Grupo de Cantares.

No ano de 2017 o grupo de cantares alcançou um sonho antigo com a gravação do álbum “O Gidaço”, com 10 temas de música tradicional portuguesa, sendo estes, Hino de Nogueira, Cavaleiro, Resineiro, Meu Barquinho, Noites de Luar, Cantarinhas, Linda Morena, Saudade, Casebre e Romarias.
A gravação deste disco decorreu sob a direção musical do maestro professor Miguel Tavares e com os apoios da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Junta de Freguesia de Nogueira do Cravo e a Caixa de Crédito Agrícola.

Com 27 anos de existência, naturalmente com adaptações e alterações, continuamos com vontade de melhorar para oferecer aos nossos espectadores um momento cultural rico na divulgação do património musical popular e tradicional de Portugal, o qual agradecemos. Estamos sempre disponíveis para qualquer convite, contando com a efusiva participação do público.

Presidente
José Manuel Santos

Morada
Rua Dr. Tinoco nº19
3400 – 487 Nogueira do Cravo

Contactos
José Manuel Santos - 966618080
Andreia Fernandes - 963778378

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/pages/Grupo-de-Cantares-da-Casa-do-Povo-de-Nogueira-do-Cravo

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo de Cantares da Universidade Sénior Rotary de Oliveira do Hospital

Criada em 5 de Outubro de 2011, a fim de promover o convívio e a troca de saberes de cidadãos com mais de 50 anos. "Porque o conhecimento não tem idade".
Composto por cerca de 33 elementos, o Grupo de Cantares é uma das ofertas curriculares da Universidade Sénior Rotary de Oliveira do Hospital. Este grupo deu o seu primeiro concerto no auditório da Casa da Cultura César de Oliveira, num serão de emoções.

Responsável
Fátima Inocêncio

Presidente
Carlos Carvalheira

Maestro
Márcio Silva

Morada
Casa da Cultura César de Oliveira
Rua do Colégio
3400-105 Oliveira do Hospital

Contacto
966118770

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/UniversidadeSeniorOliveiraDoHospital

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Grupo Feminino de Cantares da Nossa Aldeia

Presidente
Maria Clotilde Morais da Cruz Figueiredo Mendes

Maestrina
Ana Carina Reis

Morada
Rua do Edifício Social, n-º 12
3400-319 Alvoco das Várzeas

Contacto
964328405

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Grupo Melodias e Tradições da Beira Serra

O Grupo de Melodias e Tradições Da Beira Serra tem como finalidade a recolha e divulgação da música e cantares tradicionais, visando ainda a animação social e cultural dos seus associados. A defesa do património natural, histórico, etnográfico e recreativo, nas áreas educativa, artística e
recreativa e por fim o intercâmbio associativo é outra da finalidades deste grupo.
São ainda propósitos desta associação os seguintes ponto: realizar formação musical e de canto; realizar programas de apoio à juventude e população em geral; desenvolver a propaganda e valorização de património artístico, etnográfico e folclórico com atividades recreativas e culturais; orientar visitas de estudo, passeios, excursões e viagens a locais de interesse educativo, bem como a organização de festas tradicionais e etnográficas, pretendendo contribuir para a preservação das manifestações folclóricas de caráter cultural e recreativo; criar e apoiar a organização de grupos artísticos, realizar de sessões recreativas, audições musicais e radiofónicas bem como espetáculos de teatro e cinema.

Presidente
Maria Graciosa

​Morada
Rua dos Olivais, 2b
3400 - 769 Vila Pouca da Beira

Contactos
Maria Graciosa - 965 463 464
Isilda Martinho - 967 843 578

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

​----------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Amigos de Lagos da Beira - Grupo Musical

“Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical” constitui-se legalmente a 24 de abril de 2012, sendo esta a nova designação do Grupo que, desde fevereiro de 2007, tem feito atuações e despertado muitas sensações e memórias em várias localidades.
Interpretando música tradicional e popular portuguesa, apresenta como fator diferenciador tocar e cantar muitos temas musicais originais de Lagos da Beira e do concelho de Oliveira do Hospital, sendo o primeiro CD, gravado em 2012, um excelente exemplo disso mesmo. Destaca-se igualmente o passado musical com raízes profundas na prestigiada Tuna que existiu em Lagos da Beira nas décadas de 30 e 40 do século passado, de cuja memória, temas e símbolos “Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical” se assume orgulhosamente como herdeiro e pretende reavivar e preservar.

Presidente
Susana Isabel Guilherme Neto

Morada
Rua D. Manuel I, 55
3405-270 Lagos da Beira

Contactos
Susana Isabel Neto - 919334370

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/pages/Os-Amigos-de-Lagos-da-Beira-Grupo-Musical

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Tuna e Cantares do Alva

Associação Progressiva de Santo António do Alva

A Tuna e Cantares do Alva foi fundada em Março de 1997 através da Escola de Iniciação à Música Tradicional Popular, criada um ano antes (1996) com a finalidade de ensinar jovens e adultos nos instrumentos tradicionais de cordas a fim de integrarem a Tocata do Rancho Folclórico.
Assim, alguns jovens de grandes ambições, juntamente com os elementos que compõem a Tocata do Rancho Folclórico, criaram a Tuna e Cantares do Alva (ao estilo das Tunas Académicas).
O repertório desta Tuna abrange Canções Portuguesas, o Cancioneiro Tradicional Português, o Mirandês, o Açoreano, temas de Tunas Académicas e ainda Canções de Espanha (mais propriamente da Tuna de Santiago de Compostela) e Canções Populares Mexicanas.
A Tuna e Cantares do Alva já atuou inclusive além fronteiras, mais precisamente em Bruxelas, para milhares de pessoas ma cidade de Estrasburgo. Outro grande evento desta Tuna foi a gravação em estúdio do primeiro CD e Cassete em Abril de 2001 que se encontra à venda.
Atualmente é constituído por 32 elementos que esperam, brevemente, passar a 40, com a passagem de novos executantes da Escola de Iniciação à Música Popular para a Tuna e Cantares do Alva.
As idades compreendidas dos seus elementos encontram-se entre os 14 e os 60 anos e dela fazem parte estudantes, trabalhadores e reformados.
Toda a base do instrumental desta Tuna são cordas - bandolins, bandola, guitarra portuguesa, violino, violas tradicionais, cavaquinhos - acompanhados por acordeãos, bombo, flautas de bisel e transversal e ferrinhos e um coro de vozes de ambos os sexos.

Presidente
José Francisco Ribeiro Lobo

Morada
Rua da Capela, nº1
3400 – 576 Santo António do Alva

Contacto
911 059 585

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

----------------------------------------------------------------------------------------------------

Tuna de Cantares de Avô

A Tuna Cantares de Avô é composta por vários elementos com idades compreendidas entre os 12 e os 75 anos e é regida pela Maestrina. Nasceu do gosto e da vontade destes elementos em divulgar a música tradicional portuguesa, de forma a que as nossas raízes não se percam nos dias que correm.
Os elementos tocam vários instrumentos, entre eles: viola, cavaquinho, acordeão, concertina, bandolim, reco-reco, flauta de bisel, pandeireta e ferrinhos.
A Tuna têm cerca de 6 anos, está inscrita na INATEL e é uma coletividade com estatutos próprios e sem fins lucrativos.
Todos os elementos têm uma ligação familiar, vejamos: avós e netos; pais e filhos; conjugues; irmãos; cunhados e colegas de trabalho.
Ao longo destes anos, a Tuna Cantares de Avô tem feito várias atuações ao nível da região centro. Algumas destas atuações resultam da parceria com o INATEL e com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. Contudo, destaca-se a viagem feita a França e à Suíça, no ano 2011, uma viagem que só foi possível com a boa-vontade de pessoas amigas, que contribuíram para a deslocação do grupo.

Presidente
Bruno Santos

Morada
Rua Viriato Trágico nº16
3400 – 382 Avô

Contactos
967601458

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Maestro
Ricardo Gonçalves

Dia do Ensaio
4.ª feira (de 15 em 15 dias)

Facebook
https://www.facebook.com/tunacantaresdeavo/

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Tuna e Cantares da Associação dos Amigos de Meruge

A Tuna e Cantares foi criada como Secção Autónoma da Associação dos Amigos de Meruge em 1984, ano da sua primeira apresentação em público.
Desde então, o amor à música popular e a dedicação dos seus 25 componentes têm sido a pedra angular do seu permanente êxito e longevidade, traduzido na realização de centenas de espetáculos por todo o País, e uma brilhante atuação em França.
Presentemente, preparam a gravação do primeiro CD, que incluirá temas tradicionais com arranjos do Maestro Adriano Júlio e músicas que têm marcado desde a fundação o reportório da Tuna.

Presidente
Aníbal Correia

Morada
Rua da Marinheira, nº 6
3400 - 368 Meruge

Contactos
238 602 372
Anibal Correia - 917 046 036 | 960072468
Júlio - 960 072 468

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook

----------------------------------------------------------------------------------------------------


Tuna Penalvense

Sociedade Recreativa Penalvense

A Tuna Penalvense, um dos agrupamentos musicais mais antigos do concelho de Oliveira do Hospital, nasce da vontade de um grupo de penalvenses que, em 1937, funda a Sociedade Recreativa Penalvense. Este grupo mantém-se ativo até 1952/53, ressurgindo em 1982, pela vontade de um grupo de antigos tunos .
Em 2005, comemorando os 68 anos da sua fundação, a Tuna inicia um processo de renovação, no que diz respeito ao repertório, aos instrumentos utilizados e até aos próprios executantes. Tendo como principal objetivo proporcionar aos jovens deste meio o contacto com a música, assim como contribuir para a sua divulgação, a Tuna integra neste momento, sob a direção musical de Rui Marques, 25 instrumentistas, em Violino, Bandolim, Bandola, Bandoloncelo, Violoncelo, Guitarra Clássica, Guitarra Portuguesa, Viola Baixo, Contrabaixo e Flauta transversal. O trabalho desenvolvido pela Tuna Penalvense assenta apenas na música instrumental.
A Tuna Penalvense tem vindo a participar e organizar eventos, alargando a sua atuação através da colaboração com a Câmara Municipal ou com outros grupos musicais, com os quais mantém contacto e promove intercâmbios. Para além destes eventos, a Tuna mantém constante atividade, tendo-se apresentado em dezenas de atuações por todo o país, com maior incidência nos concelhos da região centro. Em 2012, assinalando o seu 75º Aniversário, edita o seu primeiro CD – Contrast(e)os.


Presidente
Sandra Maria Mendes Garcia


Morada
Rua Jogo da Bola, nº2
3400 – 557 Penalva de Alva

Contactos
Sérgio Minas - 917 663 996
Rui Marques - 968 590 047

Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Facebook
https://www.facebook.com/TRPenalvense


Subcategorias

NOTÍCIAS

Oliveira do Hospital é “Autarquia + Familiarmente Responsável” pelo 8.º ano consecutivo e integra Rede Europeia

O Município de Oliveira do Hospital foi ontem, 26 de janeiro, galardoado com a bandeira...

Município de Oliveira do Hospital comparticipa medicamentos a 200 munícipes

  O Município de Oliveira do Hospital comparticipa medicamentos a duas centenas de munícipes através do...

Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital realiza-se a 11 e 12 de março

  A maior Festa do Queijo de Portugal regressa entre os dias 11 e 12 de...

Gala do Desporto do Município de Oliveira do Hospital realiza-se no dia 3 de fevereiro

  A Gala do Desporto do Município de Oliveira do Hospital realiza-se no dia 3 de...

Transporte Flexível a Pedido em Oliveira do Hospital é o que tem mais utilizadores no distrito de Coimbra

  O Município de Oliveira do Hospital atingiu a meta das mil reservas no âmbito do...

Oliveira do Hospital renova bandeira verde por investir em políticas de apoio às famílias

Pelo oitavo ano consecutivo, o Município de Oliveira do Hospital foi distinguido como “Autarquia +...

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital congratula-se com reabertura de extensões de saúde nos Vales do Alva e Alvoco

  O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, congratulou-se hoje, em...

Sábado é dia da Mostra “Da Nossa Terra” no Mercado Municipal

  No próximo sábado, 14 de janeiro, realiza-se a primeira edição de 2023 da Mostra de...

Mostra Da Nossa Terra especial de Natal

Neste mês de dezembro, a Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção...

Município congratula empresas do concelho distinguidas com prémio PME Excelência

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, esta manhã, em reunião camarária, um voto...

Município de Oliveira do Hospital aprova orçamento de 34,1 milhões de euros e quer 2023 como o ano da concretização

  A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, por maioria, em reunião extraordinária do executivo...

Reabilitação do Complexo Municipal das Piscinas e Campos de Ténis de Oliveira do Hospital

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, e o secretário...

Venha e Descubra Oliveira do Hospital

Come and Discover Oliveira do Hospital
Filmes de divulgação turística do Município de Oliveira do Hospital


                             

 

 

ÁGUAS E SANEAMENTO

Aceda aos nossos serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais

GIP EMPREGO

Apoiar jovens e adultos desempregados para inserção ou reinserção no mercado de trabalho

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

Consulta de Planos, Plantas de Localização, Mapa Interactivo

PDM

Consultar os planos municipais de ordenamento do território e programas de ação territorial

O CONCELHO

GASTRONOMIA

PATRIMÓNIO

ACTIVIDADES

CÁ ACONTECE

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
8
Data : domingo, 8 de janeiro
9
10
11
12
13
14
Data : sábado, 14 de janeiro
15
16
17
18
19
20
Data : sexta, 20 de janeiro
23
Data : segunda, 23 de janeiro
24
Data : terça, 24 de janeiro
25
Data : quarta, 25 de janeiro
26
Data : quinta, 26 de janeiro
27
Data : sexta, 27 de janeiro
28
Data : sábado, 28 de janeiro
29
Data : domingo, 29 de janeiro
30
Data : segunda, 30 de janeiro
31
Data : terça, 31 de janeiro

        

ptnlenfres

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me