good-review
Veja o que
temos a oferecer
Conhecer mais
destination
Vivencie a nossa
qualidade de vida
Conhecer mais
Serviços
map4
Visite o nosso
património classificado
Conhecer mais
bench
Aventure-se nos
percursos pedestres
Conhecer mais
compass
Explore a nossa
diversidade cultural
Conhecer mais
museum
Participe dos
nossos eventos
Ver Agenda
Bem-vindo
a Oliveira do Hospital
Conheça o município
Bem-vindo a
Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital é um dos mais belos concelhos do distrito de Coimbra e da Serra da Estrela.

Dia Municipal para a Igualdade assinalado em Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital comemorou o Dia Municipal para a Igualdade, 21 de junho, simbolicamente com o lançamento de 300 balões brancos, em homenagem às vítimas de violência doméstica, no final das Marchas Populares de Oliveira do Hospital.

A violência doméstica fez, nos últimos 14 anos, mais de 90 mil vítimas, entre as quais constam mulheres, crianças e idosos, tratando-se de uma problemática que tem vindo a ganhar visibilidade, conduzindo à definição de políticas de combate a este fenómeno que durante anos esteve silenciado.

Ainda no final da semana, foi realizado um debate na Rádio Boa Nova, durante o programa “Nós, as Mulheres” conduzido por Natália Novais que versou sobre várias temáticas relacionadas com a promoção da igualdade de oportunidades entre Mulheres e Homens.

O programa teve a participação de José Francisco Rolo, vice-presidente da autarquia, Ana Rodrigues e Helena Berardo que integram a equipa do projeto “Igualdade Local: Cidadania Responsável” (ILCR); Manuel Garcia, técnico social da Arcial e Fernanda Cabral, funcionária da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, em representação de cada um dos géneros: Manuel Garcia “num mundo de mulheres” e Fernanda Cabral “num mundo de homens”.

A promoção da Igualdade entre homens e mulheres é fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e mais democrática, tendo o Município de Oliveira do Hospital constituído uma equipa paritária de homens e mulheres para trabalhar no projeto “Igualdade Local: Cidadania Responsável”, na perspetiva da sensibilização da população para a questão da Igualdade entre os géneros.

Através deste projeto constituído por uma equipa, neste momento não financiada por qualquer programa, têm sido dinamizadas diversas ações e campanhas de sensibilização para a promoção da igualdade com objetivo de desocultar fenómenos e estatísticas das desigualdades que persistem, colocando-as à vista e no centro do debate público. Um trabalho realizado em parceria com a Rede Social concelhia, com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) com quem foi formalizado um protocolo de cooperação, órgãos de comunicação social e movimentos de cidadãos.

Ao longo deste caminho iniciado em 2011, foi instituído o Dia Municipal para a Igualdade, celebrado anualmente a 21 de junho, dia do solstício de verão com o lema “o sol quando nasce é para tod@s”; foi criada a figura de Conselheira Municipal para a Igualdade, assumida pela professora Teresa Serra, e uma linha de apoio jurídico para as vítimas de violência doméstica, através da linha de apoio social 238 605 260.

O Município de Oliveira do Hospital tem vindo a implementar um Plano Municipal para a Igualdade (PMI), um instrumento de trabalho em prol da luta contra a violência de género, promovendo uma cultura de cidadania para a Igualdade de Género.

O Plano atua em cinco eixos principais: Educação e Formação, Saúde, Desporto e Cultura, Conciliação da vida profissional, vida social e familiar, e Inserção Social, que apresenta uma taxa de execução de ações/iniciativas acima de 80%. Refira-se que de acordo com o modelo de boas práticas, o PMI será alvo de avaliação no final do ano por uma entidade externa, no caso a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital.

A promoção da igualdade continuará no centro das atenções da esfera pública no Município de Oliveira do Hospital como assinala o vice-presidente da autarquia, José Francisco Rolo. “Vamos prosseguir o trabalho de sensibilização num modelo de trabalho em parceria e em rede, promovendo debates temáticos sobre questões da igualdade e das desigualdades em diferentes áreas: no acesso ao emprego, na questão dos rendimentos do trabalho, na atenção à violência doméstica, na proteção das crianças, mas também no relevar das conquistas feitas relativamente à promoção da igualdade entre mulheres e homens”, sublinha.

Bem vindo