sexta, 31 março 2017 13:54

Município de Oliveira do Hospital celebra Dia Mundial da Água e anuncia construção de novas Estações de Tratamento de Águas Residuais

O Município de Oliveira do Hospital comemora o Dia Mundial da Água, que se celebra a 22 de março, com a abertura de uma exposição intitulada "O Valor da Água", que estará patente ao público, entre os dias 20 e 23 de março, na Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital.

A exposição, que envolverá a participação de cerca de 350 alunos do ensino pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, pretende sensibilizar as crianças para a importância da preservação deste recurso natural natural indispensável à vida.
A mesma exposição poderá entretanto também ser visitada, entre os dias 27 e 30 de março,
na Biblioteca e Ludoteca de Lagares da Beira.

 

Por ocasião da comemoração deste dia, instituído em 1993 pela Organização das Nações Unidas, o Presidente do Município de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, dá conta dos avultados investimentos que têm vindo a ser efetuados pelo seu executivo camarário nesta área e que contribuíram decisivamente para que Oliveira do Hospital forneça hoje aos consumidores uma das melhores águas do país.

 

Tendo em vista a redução da poluição urbana das massas de água, o autarca sublinha também que entre 2010 e 2016 a Câmara Municipal investiu mais de 2 milhões de euros nas freguesias do concelho para garantir a melhoria da qualidade da água e, só nesse período, foram construídas 18 estações de tratamento de águas residuais (ETAR), procedendo-se à eliminação de muitas fossas séticas.

 

Entre 2017 e 2018, está prevista a construção de mais 10 novas ETAR´s e as candidaturas aos fundos comunitários, através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), encontram-se em fase de aprovação, num investimento de cerca de 1,5 milhões de euros.

 

Com a candidatura também já aprovada no POSEUR, encontra-se a ETAR da cidade de Oliveira do Hospital que, dentro em breve, sofrerá obras de remodelação por forma a aumentar a sua eficácia e capacidade no tratamento dos efluentes.

 

Já ao nível da qualidade das águas da zonas de recreio e lazer, José Carlos Alexandrino destaca a grande evolução que se tem registado nos últimos anos nas nossas zonas balneares, fruto do programa de monitorização ambiental que engloba os rios Alva, Alvôco, Seia e Cobral, dando como exemplo a praia fluvial de Alvoco das Várzeas que tem vindo a ser galardoada, desde 2014, com a Bandeira Azul – um símbolo de qualidade ambiental atribuído, durante três anos consecutivos, pela Associação Bandeira Azul da Europa.

 

CONTACTOS

 

Username *
Password *
Remember Me